PUBLICIDADE
Topo

Flamengo

Cuéllar é anunciado pelo Al-Hilal e deixa o Flamengo

Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

30/08/2019 17h18

Após meses de desgaste e uma longa negociação, o Flamengo, enfim, acertou a venda do volante Cuéllar para o Al-Hilal, da Arábia Saudita. Hoje (30), o jogador já havia embarcado para solucionar as últimas pendências. O anúncio por parte dos sauditas ocorreu no fim da tarde.

A janela de transferência no país árabe fecha no sábado (dia 31), o que fez as conversas se acelerarem. Foi decisiva a participação do jogador, que pediu para sair desde que a proposta de 8 milhões de euros (R$ 36,8 milhões) chegou ao Fla. Além disso, os árabes ofereceram cerca do triplo do salário que ele recebe na Gávea.

O volante alegou problemas particulares para não viajar com o time para o jogo contra o Ceará, que terminou com vitória rubro-negra por 3 a 0, pelo Campeonato Brasileiro, no domingo (25).


Este desconforto, entretanto, foi contornado pelo vice de futebol Marcos Braz, que entrou em cena para garantir sua ida para a partida decisiva contra o Internacional. No Beira-Rio, o time carioca arrancou o empate e se classificou para as semifinais da Libertadores.

"Ele (Cuéllar) tem contrato, mas já expressou a vontade de sair. Vamos analisar amanhã [ontem] e depois de amanhã. Com calma e tranquilidade, a gente vê o que vai fazer", contemporizou Marcos Braz, vice-presidente de futebol do clube.

Apesar de ter aparado essas arestas momentaneamente, o desgaste entre as partes ficou evidente. Tentado por uma oferta salarial que representaria aproximadamente o triplo do que recebe na Gávea, o colombiano não se sensibilizou nem com o aceno rubro-negro de um reajuste.

Flamengo