Topo

Ceará entra com representação contra arbitragem de jogo com São Paulo

Marcello De Vico

Do UOL, em Santos (SP)

19/08/2019 14h41

O Ceará entrou com uma representação na Confederação Brasileira de Futebol (CBF) contra a arbitragem do jogo contra o São Paulo, na tarde de ontem (18), no Morumbi - os paulistas venceram o duelo, válido pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro, por 1 a 0.

O Ceará reclama, especialmente, de um pênalti não marcado aos 15min do segundo tempo, de Tiago Volpi em cima de Felippe Cardoso. No lance, o atacante recebeu de Thiago Galhardo e chutou na saída do goleiro, que não tocou na bola e, na sequência, trombou com o jogador alvinegro. Tanto o juiz como a equipe do VAR não viram penalidade, e o jogo seguiu.

"Vamos entrar com uma representação, mais uma vez. Já fizemos na semana passada, após o clássico, e vamos fazer de novo. Para nós, já foram vários erros", disse o presidente do Ceará, Robinson de Castro, antes de enumerar uma série de lances do Campeonato Brasileiro em que considera que o time alvinegro foi prejudicado pela arbitragem.

Sobre o pênalti não marcado em cima de Felippe Cardoso, o presidente do Ceará criticou, especialmente, o fato de a equipe do VAR não ter visto pênalti no lance em questão. "O VAR está servindo para quê? O árbitro estava mal posicionado, ok. Mas e o VAR? Acho que todo mundo viu, é um absurdo", completou Robinson de Castro em entrevista ao UOL Esporte.

Logo após o jogo, em entrevista coletiva, o técnico Enderson Moreira já havia criticado bastante a arbitragem por conta do lance.

"Eu não posso falar que tenho dúvidas se foi pênalti ou não. De onde eu estava, no banco, tive certeza que foi pênalti. A forma que o Volpi sai, é muito imprudente. Eu queria entender o porquê da não marcação do pênalti. Como é que o VAR consegue não interferir nisso", disse.

"O São Paulo não tem nada a ver com isso, mas é porque era uma festa hoje e não podíamos atrapalhar, mas não avisaram a gente. O futebol brasileiro a gente entra na expectativa de que possa ter igualdade", acrescentou.

Com a derrota para o São Paulo, o Ceará estacionou nos 20 pontos e terminou a 15ª rodada na 11ª colocação da tabela do Campeonato Brasileiro. O time de Enderson Moreira volta a campo no próximo domingo (25), quando recebe o Flamengo na Arena Castelão.