Topo

Brasileirão - 2019


Daniel Alves marca em estreia, São Paulo vence o Ceará e encurta distância

Do UOL, em São Paulo

18/08/2019 17h59

Com gol do estreante Daniel Alves, o São Paulo venceu o Ceará por 1 a 0, no Morumbi, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os visitantes deixaram o campo incomodados com uma trombada entre Felippe Cardoso e Tiago Volpi, já no segundo tempo, em que pediam pênalti não marcado pelo árbitro Gilberto Rodrigues Castro Junior. O Tricolor, que colocou mais de 47 mil torcedores no Morumbi, ainda teve um gol de Raniel anulado por impedimento.

Com a vitória, o time do técnico Cuca mantém a quinta posição na tabela, mas avança a 27 pontos e encosta no pelotão da frente - o líder Santos, que vem de duas derrotas seguidas, tem 32. O São Paulo ainda tem um jogo a menos em relação aos quatro times que estão mais bem posicionados e passa a sonhar com a ponta da tabela. Já o Ceará cai duas posições e fica em 11º.

As duas equipes voltam a jogar pela 16ª rodada no próximo domingo. Às 16h, o São Paulo visita o Vasco em São Januário, e três horas depois o Ceará joga em casa contra o Flamengo, que assumiu nesta rodada a vice-liderança da tabela de classificação. Mas antes disso o Tricolor tem um jogo atrasado contra o Athletico-PR, pela 13ª rodada, na quarta-feira, às 19h15, fora de casa.

Estrela de Daniel Alves brilha

Camisa 10 do São Paulo deixou sua marca aos 41 minutos do primeiro tempo no Morumbi - Daniel Vorley/AGIF
Camisa 10 do São Paulo deixou sua marca aos 41 minutos do primeiro tempo no Morumbi
Imagem: Daniel Vorley/AGIF

Daniel Alves cumpriu as melhores expectativas em torno de sua estreia pelo São Paulo. Ele chutou a gol no primeiro minuto de bola rolando, trocou bons passes com Antony e Raniel e apareceu para abrir o placar em jogada em que misturou habilidade e poder de definição. Atuando como meia, o camisa 10 também teve momentos de desentrosamento, perdas de bola e dificuldade. No segundo tempo, mesmo com um chapéu em Fabinho, mostrou cansaço. Nada que atrapalhasse a estreia com gol e três pontos no Morumbi. Ele ficou em campo até o fim.

Ataques não têm tarde boa

A pouca criação do Ceará se deve ao mau desempenho dos homens de ataque. O meia Galhardo, por exemplo, ficou muito parado e não municiou o trio ofensivo com bolas em boas condições. Os pontas Lima e Leandro Carvalho pouco fizeram a recomposição defensiva e também contribuíram pouco à frente. Por fim, o isolado Felippe Cardoso só apareceu no lance do suposto pênalti, que não foi marcado. Do lado do São Paulo, Antony foi pouco produtivo nas jogadas de ataque, com dribles para trás e dificuldade em jogadas em que poderia clarear em direção ao gol. Everton foi outro que não esteve em tarde inspirada: matou alguns contra-ataques e ainda levou o terceiro cartão amarelo que o tira do próximo jogo.

São Paulo controla, e Juanfran agrada

Lateral-direito espanhol aproveitou chance no Morumbi e participou da jogada do gol de Daniel Alves - Daniel Vorley/AGIF
Lateral-direito espanhol aproveitou chance no Morumbi e participou da jogada do gol de Daniel Alves
Imagem: Daniel Vorley/AGIF

O São Paulo teve o controle do jogo o tempo inteiro. Escalado por Cuca com um meio-campo ofensivo, com Tchê Tchê, Liziero e Daniel Alves, o time criou desde o primeiro minuto. Literalmente. Depois, empilhou chances - ainda que a defesa também fornecesse espaços, principalmente às descidas de Fabinho pela direita. O lateral-direito Juanfran estreou bem e participou da jogada do gol de Daniel Alves, no primeiro tempo. Além disso, ajudou com bons passes e qualidade na defesa. O goleiro Tiago Volpi foi outro diferencial do São Paulo ao evitar três boas chances do Ceará.

VAR: um não-uso e um gol anulado

Um lance ocorrido aos 15 minutos do segundo tempo causou irritação entre jogadores e comissão técnica do Ceará. Felippe Cardoso foi lançado em velocidade na área, encostou na bola e caiu no chão após trombar com Tiago Volpi. A jogada continuou, e após a paralisação o árbitro Gilberto Rodrigues Castro Júnior escutou orientações da arbitragem de vídeo e mandou o jogo seguir. O técnico Enderson Moreira se revoltou pelo fato de o árbitro não ter consultado as imagens.

Cerca de 15 minutos depois, jogada ofensiva do São Paulo entre Vitor Bueno e Everton terminou com Raniel balançando as redes, mas o atacante já estava em posição irregular, e o gol foi anulado.

Samuel Xavier movimenta o Ceará

Foi do Ceará a primeira boa chance de gol no primeiro tempo. Aos 12 minutos, Fabinho avançou em velocidade pelo lado direito e fez o passe para Samuel Xavier, que estava posicionado na entrada da área. O lateral encheu o pé e exigiu uma boa defesa do goleiro são-paulino. Os visitantes começaram a partida bem postados defensivamente, sem dar muito espaço de ação para o São Paulo, com duas linhas de quatro para defender e só Felippe Cardoso e Thiago Galhardo posicionados mais à frente. Depois do primeiro gol, Samuel Xavier teve outra oportunidade defendida por Volpi. Era o que dava para fazer no Morumbi.

Cronologia do jogo

O São Paulo abriu o placar aos 41 minutos do primeiro tempo depois de um primeiro tempo sem grandes oportunidades criadas. Após passe rasteiro de Juanfran do lado direito, a defesa do Ceará bateu cabeça dentro da área, e Raniel encostou na bola antes de ela chegar aos pés de Daniel Alves. O camisa 10 limpou a jogada e bateu no contrapé de Diogo Silva para fazer o gol da vitória.

Morumbi ovaciona e cultua Dani Alves

Foi quase um grito de gol a reação dos são-paulinos quando o nome do camisa 10 apareceu no telão minutos antes do jogo. O reforço foi saudado desde o aquecimento, com direito a camisas, faixas e bandeiras com seu nome nas arquibancadas. "Meu lateral veste a 10" foi a mensagem mais frequente, além do obrigatório "bem-vindo Daniel Alves". O primeiro gol empolgou todo o mundo, e houve sorrisos até na lamentação por uma cobrança de falta do reforço que não entrou e um gol anulado no segundo tempo.

Tumulto nos acréscimos

Samuel Xavier e Luan se envolveram em troca de empurrões aos 47 minutos do segundo tempo, já nos acréscimos, após um carrinho com a bola fora de campo do são-paulino. O jogador do Ceará empurrou o adversário, e foi criado um bate-boca em que Fabinho também se envolveu. O árbitro deu cartão amarelo aos dois.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 1 x 0 CEARÁ

Data: 18 de agosto de 2019, domingo
Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo-SP
Horário: 16 horas (de Brasília)
Competição: Campeonato Brasileiro, 15ª rodada
Árbitro: Gilberto Rodrigues Castro Junior (PE)
Assistentes: Cleriston Clay Barreto Rios (SE) e Clovis Amaral da Silva (PE)
VAR: Rodrigo Nunes de Sá (RJ)
Cartões amarelos: Everton, Bruno Alves, Luan (São Paulo), Lima, Samuel Xavier (Ceará)
Público e renda: 47.705 presentes/R$ 3.353.610,00
Gol: Daniel Alves (SPO, aos 41/1ºT).

São Paulo: Tiago Volpi, Juanfran, Bruno Alves, Anderson Martins e Reinaldo; Tchê Tchê, Liziero (Luan, aos 17/2ºT) e Daniel Alves; Everton (Helinho, aos 36/2ºT), Antony (Vitor Bueno, aos 25/2ºT) e Raniel. Técnico: Cuca.

Ceará: Diogo Silva, Samuel Xavier, Valdo, Luiz Otávio (Tiago Alves, aos 7/2ºT), João Lucas; Fabinho, Ricardinho, Thiago Galhardo; Lima (Wescley, aos 33/2ºT), Leandro Carvalho (Mateus Gonçalves, aos 25/2ºT), Felippe Cardoso. Técnico: Enderson Moreira.

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do informado anteriormente, o próximo jogo do São Paulo é contra o Athletico Paranaense, e não contra o Vasco. O erro foi corrigido.
ESPN, Ei PLus e Fox Sports

Assista aos jogos e programas de ESPN, EI Plus e Fox Sports sem TV a cabo.