Topo

Odair se incomoda com pergunta sobre rótulo de retranqueiro: "Cansativa"

Do UOL, em Porto Alegre

11/08/2019 14h25

Odair Hellmann se mostrou incomodado com uma pergunta na entrevista coletiva depois do jogo Internacional e Corinthians, hoje (11), em Porto Alegre. O treinador foi questionado sobre o fato de o time gaúcho ter terminado a partida bem ofensivo. O preâmbulo da questão de um repórter usou o termo retranqueiro e fez menção ao desempenho do clube em 2018.

Inter e Corinthians ficaram no 0 a 0 em jogo com pouquíssimas chances de gol. O time gaúcho, no entanto, teve mais volume e no segundo tempo ficou mais perto da área de Cássio.

"Hoje vou para casa (como) Guardiola. Ãh? De retranqueiro a Guardiola (pausa) Gosto das nomenclaturas, das situações todas. Eu vou explicar, mesmo que a gente esteja com fome aqui e seja dias dos pais. Ano passado a gente tinha alguns jogadores com características específicas e não jogadores que podem dar posse maior. Não é por serem melhores ou piores. Por exemplo, Damião e Guerrero. Cada um é bom jogador dentro da sua característica. Guerrero vem, faz pivô e tabela. Damião tem imposição física maior, precisa de espaço ou de contato físico. Cruzamento. O Damião não vai vir fazer triangulação. O treinador precisa explorar as potencialidades do jogador para o time, para o coletivo", disse Odair Hellmann.

A resposta do treinador do Inter seguiu com uso de exemplos e até referência a possível demissão, em caso de insucessos no futebol brasileiro.

"A França tinha jogadores ofensivos, de qualidade, e jogou com bloco baixo e em transição. São ideias e visualização das características do elenco. Esse ano agregamos jogadores com outras características. Não é ser retranqueiro ou ofensivo. É ver as possibilidades, o grupo. O que adianta ter jogadores com uma característica e tentar algo diferente? Aí, três jogos depois o cara está em casa. Essas perguntas são cansativas, mas ao mesmo tempo me permitem falar sobre isso novamente", finalizou o treinador.

O Internacional chegou a 21 pontos no Campeonato Brasileiro. O time volta a campo no sábado, diante do Fortaleza, fora de casa.

Internacional