PUBLICIDADE
Topo

Flamengo

Fã de Athirson e com gol de Pet na memória, Filipe Luis chega ao Flamengo

Filipe Luís é apresentado como novo reforço do Flamengo - Foto: Alexandre Vidal/CRF
Filipe Luís é apresentado como novo reforço do Flamengo Imagem: Foto: Alexandre Vidal/CRF

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

26/07/2019 16h46

O lateral-esquerdo Filipe Luís foi apresentado no Flamengo na tarde de hoje (26) e não escondeu o espírito torcedor. O jogador, de 33 anos, apontou o lateral-esquerdo Athirson, que marcou época no Rubro-Negro, como ídolo e afirmou que o gol de Petkovic, na final do Campeonato Carioca de 2001, contra o Vasco, foi o momento mais emocionante que viveu nos tempos de torcedor.

Quando o anúncio entre Filipe Luís e o Flamengo foi anunciado, uma foto do jogador com a camisa rubro-negra, ainda na infância, foi divulgada nas redes sociais.

"O cara que mais acompanhei foi o Athirson, o jeito que ele jogava, que conduzia a bola. Eu até tentava imitar, mas depois vi que cada jogador tem seu estilo. Mas o que mais me marcou foi o gol do Pet, contra o Vasco, no Carioca. Momento mais emocionante que vivi", disse ele, que comentou também sobre a foto:

"Em relação à foto de infância, foi algo espontâneo. É fácil quando você é torcedor, ama o clube. Não foi uma coisa do meu "staff". Sou autêntico, faço as coisas com o coração".

As negociações entre a diretoria do Flamengo e Filipe Luís foram longas, mas com final feliz. Agora, ele espera poder escrever o nome na história do clube da Gávea - contrato vai até o fim de 2021.

"Foram conversas interessantes e intensas. Não foi questão financeira, poderia ter ficado na Europa. Foi o desafio de entrar para a história do Flamengo, pouca gente tem essa chance. E, hoje, o Flamengo nos proporciona isso. Tem de ser um pensamento de todos os flamenguistas: o Flamengo tem de estar em primeiro lugar. Hoje é um grande dia para mim", afirmou.

O lateral-esquerdo volta ao Brasil após 14 anos atuando no futebol europeu. Ele admite que, inicialmente, pensou em ficar no Velho Continente e salientou que a vontade da esposa também pesou na escolha pelo Fla.

"Conversamos muito. O poder de convencimento desses caras é impressionante [Marcos Braz, vice de futebol, e Bruno Spindel, diretor executivo de futebol]. Conversei com minha esposa e ela falou que iríamos para um lugar onde realmente me queriam, onde vou me sentir importante, querido. Isso fez toda diferença. Minha esposa é que queria vir para cá (risos). Eu é que não queria no início, queria jogar a Champions. Mas, hoje, ver meu filho com a camisa do Flamengo me enche os olhos. Hoje a decisão é 100% que eu pensei, fiz a decisão correta".

No Flamengo, Filipe Luís será comandado pelo técnico português Jorge Jesus, de quem já foi adversário.

"Enfrentei o Jorge (Jesus) duas vezes na Europa. É um cara que controla o jogo. Será um prazer trabalhar com ele. Vai entrar na minha lista de grandes treinadores", salientou.

Filipe Luis lamentou a lesão de Diego, com quem já atuou no Atlético de Madrid, da Espanha, e torceu pela pronta recuperação do camisa 10:

"Diego é um cara especial. Nunca paramos de falar. Tive a mesma lesão igual em 2010. Incrível, logo no dia que eu chego. Coisas do destino. Mas tenho certeza que ele é o cara mais preparado do elenco para superar essa lesão. Cara muito forte. Que se recupere logo".

Flamengo