Topo

Jesus tenta justificar fama de "Rei de Copas" para devolver paz ao Flamengo

Performático, técnico Jorge Jesus "joga junto" dos atletas do Flamengo durante partida contra o Goiás - Thiago Ribeiro/AGIF
Performático, técnico Jorge Jesus "joga junto" dos atletas do Flamengo durante partida contra o Goiás Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

24/07/2019 04h00

Em seu quinto jogo no comando do Flamengo, o técnico Jorge Jesus terá seu primeiro contato com a Copa Libertadores, um fantasma que assombra a torcida rubro-negra há anos.

Diante do Emelec, hoje (24), às 21h30, no Estádio George Capwell, em Guayaquil, Jesus terá a missão de provar que é o "Rei de Copas", status obtido especialmente pelos anos de futebol português. Somadas suas passagens por Braga, Benfica, Sporting e Al-Hilal, o treinador soma 11 troféus de "Taças" ou "Copas". Foram seis Taças da Liga, duas Supertaças Cândido de Oliveira, uma Copa Intertoto, uma Taça de Portugal e uma Supercopa da Arábia Saudita.

Em sua primeira oportunidade similar no Rubro-negro, o treinador viu o quão quente pode ser a temperatura na Gávea. Após ser eliminado na Copa do Brasil pelo Athletico, o elenco teve de conviver com um protesto violento no aeroporto. Um bom resultado no torneio continental deve trazer de volta a paz para o clube.

Na véspera da partida no Equador, Jesus prometeu um Flamengo em busca da vitória o tempo todo, ainda que o time tenha as baixas confirmadas de Arrascaeta, Éverton Ribeiro e Vitinho. O português falou ainda que disputar uma Libertadores não estava em seus planos profissionais, mas tratou a competição com o devido peso.

"Quando se trata de Copa, não se olha a ideia de ser dentro ou fora de casa. Se alguma vez eu pensava estar na Libertadores, não pensava. Minha vida é Champions, mas Libertadores é 'Champions da América Latina'. O fato de ter alguns jogadores lesionados não nos vai fazer mudar a forma de jogo. Temos que seguir em frente com os jogadores que temos e não estou muito preocupado com isso", disse.

Apesar de fazer seu primeiro jogo no torneio, o luso demonstrou ter feito o dever de casa. Ele elogiou o rival e pediu atenção máxima para o duelo ante os equatorianos:

"O Emelec tem experiência de Libertadores, o Angulo é um jogador já conhecido e observado na Europa. Vimos os jogos do Emelec, já enfrentou um brasileiro, que é o Cruzeiro. É um time de intensidade muito alta".

O Rubro-negro entra em campo contra uma marca que deixa a torcida de cabelo em pé: a de não passar às quartas do torneio desde 2010. Avançar e seguir sonhando com o bicampeonato são as senhas para dias de mais sossego no Flamengo.

FICHA TÉCNICA
EMELEC X FLAMENGO

Data: 24 de julho de 2019
Horário: 21h30 (de Brasília)
Local: Estádio George Capwell, em Guayaquil (EQU)
Competição: Copa Libertadores
Árbitro: Fernando Rapallini (ARG)
Assistentes: Diego Bonfa (ARG) e Maximiliano Yesso (ARG)
VAR: Leodan González (URU)

Emelec
Dreer, Caicedo, Jordan Jaime, Leandro Vega e Ronaldo Jhonson; Arroyo, Godoy, Cabezas e Fernando Guerrero; Cortes e Bryan Angulo.
Técnico: Ismael Rescalvo.

Flamengo
Diego Alves, Rafinha, Léo Duarte, Rodrigo Caio e Renê; Cuéllar, Willian Arão, Diego e Gerson; Bruno Henrique e Gabriel.
Técnico: Jorge Jesus

Flamengo