PUBLICIDADE
Topo

"Sempre há surpresas": Tabárez filosofa antes de decisão na 6ª Copa América

Óscar Tabárez, técnico da seleção do Uruguai, na sala de imprensa da Arena Fonte Nova - Gabriel Carneiro/UOL
Óscar Tabárez, técnico da seleção do Uruguai, na sala de imprensa da Arena Fonte Nova Imagem: Gabriel Carneiro/UOL

Gabriel Carneiro

Do UOL, em Salvador

28/06/2019 19h51

Classificação e Jogos

Com respostas longas, explicações informativas, bom humor e algumas doses de reflexão e filosofia, Óscar Tabárez mostrou respeito à seleção peruana antes da disputa das quartas de final da Copa América. Mesmo diante de um adversário que vem de goleada por 5 a 0 sofrida contra o Brasil e na posição de quem se classificou como líder invicto, o uruguaio teme que as surpresas do futebol não confirmem o favoritismo de sua equipe.

"Não sei que influência uma goleada pode ter. Comigo já aconteceu em equipes, não na seleção. Mas ninguém gosta de perder, é algo que desafia seu amor próprio. Enfim, nós nos preparamos para enfrentar o melhor Peru. E dessa maneira não nos descuidamos. Se eles fizerem menos do que o melhor deles, teoricamente, é melhor para nós. Teoricamente. Quem se anima de enfrentar a Argentina agora? Antes estavam perdendo, empatando, agora estão nas semifinais. Isso me faz acreditar que as partidas não são jogadas antes", disse Tabárez, citando a classificação dos argentinos sobre a Venezuela depois de uma primeira fase caótica.

"Estou quase cansado de ver partidas em que a ordem é invertida. Olhem o poderio da Champions League, a elite do futebol mundial, e os resultados nunca são os previstos no início. Isso pode acontecer em todos os níveis, sempre há surpresas. Por isso digo que não podemos nos descuidar. Queremos ganhar e passar de fase, como todos, a apostamos na expectativa de ganhar, sem medo de perder. E sempre trabalhando nos treinos coisas que podem nos aproximar do resultado. O que mesmo assim não garante nada."

Tabárez ainda fez longas reflexões sobre o trabalho desempenhado por Ricardo Gareca há quatro anos na seleção peruana, a histórica qualidade técnica individual dos jogadores do país, a importância de seu trabalho ser mantido por 13 temporadas, a passagem de bastão de lideranças como Diego Godín para os jovens jogadores que têm sido convocados nos últimos anos, inclusive nesta Copa América, e suas expectativas para a partida de amanhã, às 16h, na primeira fase eliminatória da sexta edição do torneio que disputa - as outras foram em 1989, 2007, 2011, 2015 e 2016.

"Devemos estar focados no que acontece em campo. Estou convencido de que o futebol passa mais pela cabeça do que por outra parte do corpo."

FICHA TÉCNICA
URUGUAI x PERU

Data: 29 de junho de 2019, sábado
Horário: 16h (horário de Brasília)
Competição: Copa América (quartas de final)
Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (Brasil)
Assistentes: Kleber Gil e Rodrigo Corrêa (ambos do Brasil)
VAR: Patrício Loustau (Argentina)

URUGUAI: Muslera, Giovanni González, Godin, Giménez e Cáceres; Bentancur, Fede Valverde, Nandez e De Arrascaeta; Cavani e Luis Suárez. Técnico: Óscar Tabárez.

PERU: Gallese; Advincula, Zambrano, Miguel Araujo e Trauco, Renato Tapia, Yotún, André Carrillo e Cueva; Edison Flores e Guerrero. Técnico: Ricardo Gareca.

Futebol