Topo

Futebol


Vitória confirma ida de Léo Gomes ao Athletico, mas só depois da Série B

Maurícia da Matta/E.C. Vitória
Imagem: Maurícia da Matta/E.C. Vitória

Do UOL, em Santos (SP)

26/06/2019 13h21

O presidente do Vitória, Paulo Carneiro, usou as redes sociais para explicar a rescisão de contrato de Léo Gomes publicada ontem, no Boletim Informativo Diário (BID) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). O mandatário confirmou a saída do volante para o Athletico Paranaense, mas esclareceu que isso só acontecerá na próxima temporada. Enquanto isso, o jogador de apenas 22 anos segue defendendo as cores do time baiano na Série B.

No acordo que foi adiantado pelo UOL Esporte, ainda em maio, o Athletico cedeu Felipe Gedoz e Ivaldo por empréstimo até o fim de 2019 e adquiriu 50% dos direitos de Léo Gomes, que só passa a defender o Furacão a partir de 2020. Ficou acertado ainda que o clube paranaense pagaria uma quantia em dinheiro ao Vitória.

"Para aqueles desavisados que podem estar especulando sobre a notícia da rescisão de Léo Gomes, é preciso lembrar que nós fizemos uma parceria com o Athletico Paranaense que envolveu Gedoz e Zé Ivaldo. E vendemos uma participação de Léo Gomes e a transferência dos direitos federativos para o próximo ano", disse o presidente nas redes sociais.

"Como tivemos esse intervalo provocado pela Copa América, nós resolvemos antecipar a troca de documentos e ele ficará emprestado até o final. E o Vitória continua com direitos econômicos preservados no Athletico, tá ok? Isso aí é para não deixar dúvidas", acrescentou.

Revelado nas categorias de base do Vitória, Léo Gomes soma 15 jogos com a camisa do Vitória nesta temporada, sendo seis pela Série B do Campeonato Brasileiro.

Futebol