Topo

Posição carente! Doping de Rodolfo aumenta drama de Flu por goleiros

Rodolfo, goleiro do Fluminense - Lucas Merçon
Rodolfo, goleiro do Fluminense Imagem: Lucas Merçon

Do UOL, no Rio de Janeiro

26/06/2019 04h00

A suspensão de Rodolfo após ser flagrado em exame antidoping por suposto uso de cocaína aumentou ainda mais o drama no gol do Fluminense. No atual cenário, o técnico Fernando Diniz conta apenas com Agenor, o titular, e o jovem Marcos Felipe, com contrato até o fim do ano e que não conta com muito prestígio junto à atual diretoria.

Não é segredo para ninguém que o Fluminense está no mercado à procura de um jogador para a posição. Walter é o plano principal e Buffon um sonho mais que distante. Uma alternativa seria subir mais um jovem das categorias de base ou procurar um outro nome mais experiente no mercado. Veja os cenários:

Walter

O reserva de Cássio, no Corinthians, é quem o Fluminense realmente aposta suas fichas para chegar às Laranjeiras. O goleiro quer jogar mais vezes e tem dificuldade no clube atual. No Tricolor, teria essa oportunidade, mas os frequentes atrasos salariais geram desconfiança.

Buffon

Após anunciar sua saída do PSG, o veterano goleiro italiano se mostrou aberto às novas aventuras nesta reta final de carreira. A identificação com o Fluminense, surgida na Copa do Mundo de 2014, criou todo um clima. O problema é que a crise financeira faz com que a situação seja apenas um sonho distante. Com propostas de Europa, o atleta deve seguir no continente.

Marcelo

Tratado como fenômeno nas categorias de base do Fluminense, Marcelo poderá ser uma opção para o técnico Fernando Diniz compor o elenco. Ele ficou conhecido do grande público ao fazer parte da pré-temporada do Tricolor na Flórida Cup, em 2018, quando tinha apenas 15 anos. Atualmente com 16 anos, ele já assinou seu primeiro contrato profissional no início do ano e tem correspondido na sua categoria.