PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Argentina? Uruguai? Quem o Brasil pode encarar nas quartas da Copa América

Quem os torcedores do Brasil podem esperar como adversário nas quartas de final? - REUTERS/Ueslei Marcelino
Quem os torcedores do Brasil podem esperar como adversário nas quartas de final? Imagem: REUTERS/Ueslei Marcelino

Marinho Saldanha e José Edgar de Matos

Do UOL, em Porto Alegre e em São Paulo

23/06/2019 04h00

Classificação e Jogos

A goleada por 5 a 0 sobre o Peru, ontem, classificou o Brasil como primeiro do grupo A na Copa América. Pela frente nas quartas de final estará um terceiro colocado que não seja do seu grupo e pode ser até a Argentina ou o Uruguai.

O local da partida está definido: Arena do Grêmio, em Porto Alegre. E conhecer o rival só será possível na segunda-feira, após a conclusão dos outros dois grupos da competição.

Quem não pode ser adversário

Primeiro colocado do grupo A, o Brasil enfrentará o terceiro colocado dos grupos B ou C. Desta forma, o Peru, terceiro colocado do seu grupo, está fora dos possíveis adversários. Junto dos peruanos tem Chile e Colômbia, que se classificarão em primeiro ou segundo em suas respectivas chaves, Venezuela, classificada em segundo no grupo do Brasil, e Bolívia, já eliminada.

Argentina

Para que Brasil e Argentina se enfrentem nas quartas de final é preciso, primeiro, que a Argentina vença seu jogo contra o Qatar, hoje (23). Além disso, o Paraguai precisa vencer a Colômbia, confirmando o segundo lugar no grupo B e o Japão não pode vencer o Equador, em duelo do grupo C amanhã.

Caso a Argentina empate com o Qatar, avança como terceiro caso o Paraguai seja derrotado por três ou mais de margem pela Colômbia, caindo para ao menos três negativos de saldo. Desta forma, os "hermanos" ficam com dois pontos e dois gols negativos de saldo e dependerão, então, do empate entre Japão e Equador para passar.

Qatar

Para o Brasil enfrentar o atual campeão asiático há duas possibilidades. A primeira é caso o Qatar empate com a Argentina, o Japão empate com o Equador e o Paraguai não seja derrotado pela Colômbia. Desta forma o Qatar passaria como terceiro colocado do grupo B, o Japão estaria eliminado e automaticamente definiria o adversário do Brasil. Esta possibilidade só é ameaçada caso o Paraguai perca por 1 a 0. Neste caso estaria empatado com o Qatar e o número de gols marcados definiria o posicionamento.

A outra opção é caso o Qatar vença a Argentina e o Paraguai vença a Colômbia. Neste caso, o Japão não pode vencer por mais de um gol de diferença o Equador. Caso contrário, elimina o Peru e enfrenta o Brasil. Se o Japão, neste cenário, vencer por um de diferença, iguala o Peru em pontos e saldo e dependerá do número de gols marcados para a classificação. Se os japoneses marcarem mais de uma vez (2 a 1, 3 a 2, 4 a 3...) eliminam os peruanos e pegam o Brasil.

Japão

Para enfrentar o Brasil, o Japão precisa vencer o Equador sem tirar a diferença de oito gols de saldo que tem em relação ao Uruguai. O placar combinado com empate entre Qatar e Argentina já o define como rival brasileiro. Se houver vencedor, o Japão precisa fazer mais de um de diferença, ou vantagem mínima desde que marque mais de uma vez (2 a 1, 3 a 2, 4 a 3...). Assim, o Peru é eliminado. Caso vença por 1 a 0, a definição sairá do número de cartões amarelos.

Equador

Para ser o Equador o rival brasileiro, a equipe precisa bater o Japão e contar com empate entre Argentina e Qatar.

Uruguai

Para ser adversário do Brasil, o Uruguai precisa perder para o Chile e o Japão ganhar do Equador. Nesta combinação é necessário, ainda, tirar uma diferença de oito gols de saldo, já que antes da última rodada os uruguaios têm quatro de saldo e os japoneses menos quatro. Desta forma, a seleção de Cavani e Suárez cairia para terceiro e encararia o Brasil.

Paraguai

O Paraguai pega o Brasil se não conseguir vencer a Colômbia e houver vencedor no duelo entre Argentina e Qatar. Se o Paraguai perder por 1 a 0 e houver empate em Argentina e Qatar (exceto 0 a 0), o Paraguai é terceiro colocado e dependerá do empate entre Japão e Equador para pegar o Brasil.

Se empatar e alguém vencer o outro jogo da chave, o Paraguai passa com três pontos, em terceiro. Sendo assim, precisa que o terceiro colocado do grupo C não avance. Ou seja, o Japão não pode vencer o Equador por qualquer placar, nem mesmo o Equador vencer o Japão por cinco gols de diferença.

Essa possibilidade é ameaçada apenas pela improvável combinação de um empate em 3 a 3 entre Paraguai e Colômbia, que combinada com a goleada do Equador levaria a decisão para os cartões amarelos. Ou ainda empate de 4 a 4 em diante que poderia colocar os paraguaios diante do Brasil. Isso se o Equador não marcar mais de cinco vezes.

Futebol