PUBLICIDADE
Topo

Copa do Mundo Feminina - 2019

Noruega sofre, mas vence Austrália nos pênaltis e avança às quartas

Jogadoras da Noruega comemoram gol contra a Austrália na Copa do Mundo feminina - Eric Gaillard/Reuters
Jogadoras da Noruega comemoram gol contra a Austrália na Copa do Mundo feminina Imagem: Eric Gaillard/Reuters

Do UOL, em São Paulo

22/06/2019 18h51

Classificação e Jogos

Campeã em 1995, a Noruega segue viva na Copa do Mundo feminina, na França. Hoje (22), as norueguesas enfrentaram a Austrália nas oitavas de final do Mundial e tiveram muita dificuldade para vencer a partida por 4 a 1 na disputa de pênaltis, após 1 a 1 no tempo regulamentar. Com a vitória, as norueguesas avançaram às quartas de final.

A partida teve emoção do início ao fim. No primeiro tempo, as duas seleções imprimiram ritmo forte e apostaram na velocidade de suas jogadoras para buscarem o gol. A Noruega conseguiu conter o poderoso ataque das australianas e saiu na frente do placar com a centroavante Herlovsen mostrando oportunismo. A camisa 9 recebeu passe em velocidade e tocou na saída da goleira Williams para fazer 1 a 0 -- seu sexto gol em Copas do Mundo.

Atrás no placar, a Austrália conseguiu equilibrar as ações e sair mais para o ataque. Com 50% de posse de bola para cada seleção, as australianas se animaram após a arbitragem assinalar toque de mão de Thorisdottir, mas, após consulta ao Árbitro de Vídeo (VAR), a árbitra Riem Hussein voltou atrás por não ver toque claro de mão da jogadora norueguesa dentro da área.

Sam Kerr, jogadora da Austrália - Jean-Paul Pelissier/Reuters - Jean-Paul Pelissier/Reuters
Imagem: Jean-Paul Pelissier/Reuters

No segundo tempo, a Austrália voltou mais concentrada e correndo atrás do prejuízo. Com 13 minutos, a artilheira Kerr saiu nas costas da zaga e balançou as redes, mas a arbitragem rapidamente marcou posição de impedimento e anulou o gol. Abaixo fisicamente, a Noruega pouco conseguiu ficar com a bola, permitindo com que as australianas pressionassem. Pressão que surgiu efeito já no fim da partida. A sete minutos do fim do jogo, Kellond-Knight bateu escanteio, ninguém desviou e a bola morreu no fundo das redes: gol olímpico da Austrália para empatar o jogo.

Expulsão na prorrogação e pênaltis

A partida foi para a prorrogação, e a Noruega teve maior volume de jogo, finalizando mais que as australianas, que tiveram a defensora Kennedy expulsa por falta nos últimos minutos. Nos pênaltis, Sam Kerr, a principal jogadora da Austrália, isolou a primeira cobrança de sua seleção. Com o pé calibrado, as norueguesas não desperdiçaram suas cobranças e venceram por 4 a 1.

Agora, a Noruega aguarda para conhecer seu adversário nas quartas de final da Copa. Inglaterra e Camarões se enfrentam amanhã (23), às 12h30 (de Brasília), em Valenciennes. O vencedor enfrenta a Noruega.

Copa do Mundo Feminina - 2019