Topo

Vasco vai em busca de reforços tendo centroavante como um dos focos

Diretor de futebol André Mazzuco (esq.), analisa, junto à Luxemburgo, nomes para reforçar o Vasco - Foto: Rafael Ribeiro/Vasco
Diretor de futebol André Mazzuco (esq.), analisa, junto à Luxemburgo, nomes para reforçar o Vasco Imagem: Foto: Rafael Ribeiro/Vasco

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

16/06/2019 04h00

Durante a paralisação do Campeonato Brasileiro, um dos focos do Vasco na ida ao mercado em busca de reforços deve ser o ataque, mais precisamente um centroavante. Desde a saída de Maxi Lopez, no mês passado, o técnico Vanderlei Luxemburgo tem utilizado Tiago Reis ou, vez por outra, Marrony, ambos jovens promovidos da base.

Ribamar, que chegou no começo do ano para ser uma opção em caso de ausência do experiente argentino, não tem tido oportunidade sob o comando de Luxemburgo - atuou pela última vez na derrota do Vasco por 4 a 1 para o Athletico-PR, na estreia no Campeonato Brasileiro.

Matheus Moresche, que chegou a ser "falso 9" em algumas oportunidades no Sub-20, teve algumas chances sob o comando do técnico Alberto Valentim, mas não conquistou espaço e, atualmente, não parece nos planos.

Em recente entrevista à Vasco TV, Luxemburgo deu a entender que busca nomes que poderão assumir posição e agregar experiência ao time rapidamente.

"Estamos atentos ao mercado. Alguma coisa vai acontecer, com certeza. Estamos trabalhando nomes de alguns atletas que possam se juntar a nós para darmos ainda mais qualidade à equipe. Jogadores que venham para ser referência. Não adianta trazer jogadores para ser uma experiência. Queremos jogadores que venham e possa representar bem o Vasco", disse, em bate-papo na semana que precedeu a partida contra o Internacional.

Pontaria em baixa

Um dos quesitos que o técnico Vanderlei Luxemburgo terá de trabalhar durante a pausa do Brasileiro é a pontaria. O Vasco é o quarto time com maior número de finalizações na competição, com 122, mas apenas 33,6% são certas.

Tal aproveitamento é maior apenas que o do Avaí, que tem 29,3% em 99 finalizações, e e CSA, com 33,3% em 89 finalizações. O Avaí é o último colocado e o CSA penúltimo.

Vasco