Topo

Derrota para o Vasco evidencia irregularidade e cria alerta no Inter

Do UOL, em Porto Alegre

08/06/2019 04h00

A derrota para o Vasco evidenciou a irregularidade da campanha do Inter no Brasileiro. Com 100% de aproveitamento em casa, mas menos de 10% fora dela, o Colorado está alerta para resolver as pendências como visitante.

Os números contrastam com o bom rendimento longe do Beira-Rio em outras competições. O Inter está invicto fora de casa na Libertadores e venceu o único jogo que disputou como visitante na Copa do Brasil, por exemplo. Mas no nacional, repetem-se problemas.

Foi o quarto jogo fora de casa do Colorado nesta edição do campeonato. Três derrotas (Chapecoense, Vasco e Palmeiras) e um empate (Santos). Um total de cinco gols sofridos, um marcado e míseros 8,3% de aproveitamento de pontos.

Enquanto isso, quando atua sob seus domínios, o Inter venceu todos os jogos, marcou nove gols e sofreu apenas dois. Flamengo, CSA, Cruzeiro e Avaí foram batidos na capital gaúcha.

Mas a irregularidade já deixa rastros de preocupação. Ao mesmo tempo que valoriza o bom rendimento em casa, o Colorado procura explicações para o que ocorre longe dela.

"Não era o resultado que viemos buscar, com todo respeito ao Vasco, mas tínhamos a obrigação de vir e vencer, pela diferença dos times, o momento que os clubes vivem, tínhamos que vencer o jogo. Realmente são pontos que, com certeza, vão fazer falta no campeonato. Temos que entrar mais concentrados. Era um jogo que, nas nossas contas, tinha que ganhar. Mas infelizmente não conseguimos", disse o vice de futebol Roberto Melo.

Entre os diagnósticos possíveis estão a falta de criação da equipe, que normalmente não conta com D'Alessandro fora de casa. A opção por um modelo de jogo mais defensivo e a falência em momentos cruciais das partidas.

"Vencemos na Libertadores, no Gauchão, vencemos mais do que perdemos fora de casa. No Brasileiro não vencemos", completou o técnico Odair Hellmann. "Vamos analisar internamente e ver o que está acontecendo", acrescentou Melo.

Considerando apenas o Campeonato Brasileiro, o jejum do Inter fora de casa dura desde agosto do ano passado. São 12 jogos sem vitória, contabilizando seis empates e seis derrotas.

"Eu acho que a gente tem que continuar trabalhando que as coisas vão acontecer. Temos bons jogos, mas os resultados não estão vindo. É continuar trabalhando que vamos conseguir reverter isso", finalizou o zagueiro Emerson Santos.

O Colorado só voltará a atuar como visitante depois do recesso nas competições nacionais para realização da Copa América. O último compromisso antes disso será no Beira-Rio, quarta-feira, contra o Bahia.

Internacional