Topo

Esporte


Temporada sem estádio e rebaixamento: como time de Ronaldo pode ser punido

Ex-jogador Ronaldo Fenômeno é dono do Valladolid; jogadores do clube são investigados - Xinhua/Mahmoud Khaled
Ex-jogador Ronaldo Fenômeno é dono do Valladolid; jogadores do clube são investigados Imagem: Xinhua/Mahmoud Khaled

Do UOL, em São Paulo (SP)

04/06/2019 12h01

Um áudio que seria da autoria de Carlos Aranda, ex-jogador de futebol, vazou ontem (3) e movimentou o noticiário espanhol. De acordo com o jornal "El Mundo", sete jogadores do Valladolid, time presidido por Ronaldo Fenômeno, teriam aceitado perder para o Valencia (2 a 0), na última rodada do Campeonato Espanhol.

Caso o esquema de manipulação de resultados, que envolve partidas da primeira e segunda divisão espanhola, seja confirmado, a equipe do ídolo brasileiro pode sofrer punições pesadas, como perder o mando de campo por toda a temporada e ser rebaixada.

Segundo publicou o "Mundo Deportivo" hoje (4), o Valladolid pode ser enquadrado no artigo 75 do Código Disciplinar da Federação Espanhola. O artigo fala sobre "participação em jogos, apostas" e descreve uma série de sanções a serem aplicadas a "jogadores, treinadores e árbitros".

Além de uma multa, que pode variar de 3 mil a 30 mil euros, o clube pode perder três pontos na classificação, ser rebaixado de divisão e até mesmo ter de mandar as partidas em estádios neutros. A pena máxima com relação aos jogos como mandante chega a uma temporada.

Vale ressaltar que o Valladolid só cairia para a Série B, se a suposta manipulação for confirmada, com uma sanção direta. Caso perca três pontos, uma das medidas previstas no código, ficaria com 38 pontos, um a mais que o Girona, primeiro time rebaixado na temporada atual.

A publicação do jornal catalão também faz a ressalva de que o Valencia, aparentemente à parte do suposto esquema, não corre risco de punições no momento. A equipe se garantiu na próxima Liga dos Campeões após a vitória por 2 a 0 diante do Valladolid, na última rodada da competição.

Mais Esporte