PUBLICIDADE
Topo

Botafogo

Botafogo precisa avisar São Paulo antes de negociar Luiz Fernando com Milan

Luiz Fernando foi sondado pelo Milan, mas Botafogo precisa avisar SP por negociação de Diego Souza - Vitor Silva / SS Press / BFR
Luiz Fernando foi sondado pelo Milan, mas Botafogo precisa avisar SP por negociação de Diego Souza Imagem: Vitor Silva / SS Press / BFR

Bernardo Gentile e José Eduardo Martins

Do UOL, no Rio de Janeiro

04/06/2019 04h00

Luiz Fernando tem oscilado na atual temporada, mas o futebol demonstrado até então foi o suficiente para que o jogador despertasse o interesse de grandes clubes pelo mundo. O que mais chama atenção foi a sondagem recebida pelo Milan. Os italianos estão de olho no atleta que recuperou a titularidade recentemente.

O Milan sinalizou com a possibilidade de investir 3 milhões de euros (aproximadamente R$ 13 milhões) na contratação do jogador do Botafogo. A diretoria, no entanto, considera o valor muito baixo e não tem qualquer objetivo de abrir negociação nestes termos.

Mesmo que quisesse, o Botafogo tem uma obrigação a fazer antes de iniciar uma conversa. Quando acertou o empréstimo de Diego Souza, o São Paulo passou a ter prioridade na compra de Luiz Fernando.

No entanto, até o momento, nenhum dirigente do clube carioca entrou em contato com os paulistas para avisar sobre uma proposta de outro clube, segundo apurou o UOL Esporte. Isso só ocorrerá se houver uma oferta oficial. Nesse caso, o Alvinegro é obrigado a procurar o São Paulo.

O atacante é visto com bons olhos pelo departamento de futebol do Tricolor paulista. Porém, a comissão técnica e os dirigentes acreditam ser mais importante investir em outros setores neste momento. O São Paulo deve fazer uma reformulação em seu elenco durante a pausa para a Copa América.

Neste período, o time do Morumbi pretende acertar a saída de alguns atletas para reduzir a sua folha salarial e contratar um centroavante e um lateral direito. O time já negocia com Adriano, do Adriano, do Besiktas, da Turquia, e estuda os nomes do argentino Juan Dinenno, que tem os seus direitos vinculados ao Racing da Argentina, e de Ricardo Oliveira, do Atlético-MG.

Botafogo