PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Mkhitaryan desfalca Arsenal na final da Liga Europa por medida de segurança

Julian Finney/Getty Images
Imagem: Julian Finney/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

21/05/2019 11h01

O Arsenal confirmou, por meio de uma nota oficial divulgada hoje, que Henrikh Mkhitaryan não viajará ao Azerbaijão para a final da Liga Europa contra o Chelsea por questão de segurança. Mkhitaryan é natural da Armênia, país que tem relação estremecida com o país que sediará a decisão do torneio europeu neste ano, no dia 29 de maio.

"Estamos muito decepcionados ao anunciar que Henrikh Mkhitaryan não viajará com a equipe para a final da Liga Europa contra o Chelsea. Nós exploramos completamente todas as opções para Micki fazer parte da equipe, mas depois de discutir isso com ele e sua família, concordamos coletivamente que ele não estará em nosso grupo de viagem", diz o comunicado.

No comunicado, o clube inglês ainda destacou o peso da ausência Mkhitaryan no time comandado por Unai Emery. "Escrevemos para a Uefa expressando nossas profundas preocupações sobre essa situação. Micki tem sido um jogador chave na nossa corrida até a final, então isso é uma grande perda para nós do ponto de vista da equipe", diz o comunicado.

"Também estamos muito tristes por um jogador perder uma grande final europeia em circunstâncias como esta, pois é algo que surge muito raramente na carreira de um jogador de futebol. Micki continuará a fazer parte dos nossos preparativos até partirmos para Baku no final de semana", completa o texto.

Pelo Twitter, o jogador também lamentou a situação. "Tendo considerado todas as opções atuais, tivemos que tomar a difícil decisão de não viajar com a equipe para a final contra o Chelsea. É o tipo de jogo que não aparece muito frequentemente para os jogadores e devo admitir que me dói muito perder isso", disse.

A tensão entre Armênia e Azerbaijão tem como origem um conflito de longa data pela região de Nagorno-Karabakh. O Arsenal já não contou com o meia no duelo contra o Qarabag, em Baku, pela fase de grupos da Liga Europa, nesta temporada. O armênio já havia perdido um jogo pelo Borussia Dortmund no Azerbaijão no início da carreira.

Em comunicado, a Uefa disse ter trabalhado pela segurança de Mkhitaryan, mas respeita a decisão.

"Trabalhando ao lado do Arsenal, a Uefa buscou e recebeu garantias sobre a segurança do jogador no Azerbaijão das mais altas autoridades do país. Como resultado dessas garantias, um plano abrangente de segurança foi desenvolvido e entregue ao clube. Embora o clube reconheça os esforços que a Uefa e o governo do Azerbaijão fizeram nesse sentido, respeitamos a decisão pessoal de não viajar com o jogador", diz o texto.

Esporte