PUBLICIDADE
Topo

Carioca - 2019


Atual campeão, Botafogo não faz sua parte, empata e é eliminado do Carioca

Siga o UOL Esporte no

Do UOL, em São Paulo

24/03/2019 17h58

Atual campeão do Campeonato Carioca, o Botafogo está eliminado da competição estadual. Neste domingo (24), a equipe foi a Saquarema para enfrentar o Americano-RJ e precisava, além de vencer, contar com tropeços de Flamengo e Cabofriense. No entanto, em campo, o Botafogo não fez seu papel e saiu vaiado após empate por 2 a 2.

Com o resultado, o Botafogo fica pelo caminho e não avança à semifinal da Taça Rio. Já a vida do Americano é mais infeliz que a do rival. Com o tropeço em casa, o Americano manteve-se na zona de rebaixamento do campeonato, e disputará a seletiva de acesso ao Campeonato Carioca em 2020, com Portuguesa-RJ, Nova Iguaçu, Macaé e mais dois times que ainda serão definidos.

O melhor: Pimpão

Camisa 9, Pimpão mostrou novamente ser um jogador decisivo. Com o Botafogo em pé de igualdade, o experiente jogador assumiu a responsabilidade, passou a atuar mais próximo da área e, em chute colocado, anotou o segundo gol do Botafogo.

O pior: Gabriel

Defensor do Americano, Gabriel teve dificuldades para marcar o veloz ataque do Botafogo. No primeiro tempo, chegou atrasado em Pimpão e levou o cartão amarelo. Se posicionou mal e ainda viu o Botafogo marcar.

Falta de pontaria em Saquarema

Com a alta temperatura - 30ºC aos 25 minutos do primeiro tempo -, Americano e Botafogo fizeram um jogo de poucas oportunidades ofensivas e muito lento. Jogando em casa, o Americano assumiu o papel de anfitrião e esteve melhor no primeiro tempo: arriscou chutes de fora da área e buscou jogadas laterais. No entanto, tanto o mandante quanto o visitante pecaram na pontaria, e nenhum dos goleiros trabalhou no primeiro tempo.

Botafogo marca, mas Americano não desiste

Na volta do intervalo, Botafogo e Americano elevaram o nível do duelo. Logo no início, Gustavo Ferrareis fez grande jogada dentro da pequena área e viu a bola sobrar limpa para Alex Santana finalizar bonito e abrir o placar. Com a vantagem, o Botafogo partiu para o ataque em busca do segundo gol, mas deu muito espaço entre o meio de campo e a defesa. Mesmo em ritmo mais lento que o Botafogo, o Americano empatou com Romário.

Pimpão e Romário decisivos

Com Diego Souza e Erick apagados, coube ao atacante Rodrigo Pimpão mostrar seu poder de decisão. No primeiro tempo, o camisa 9 se preocupou com a marcação e não foi tão presente no ataque. Nos últimos 45 minutos, porém, passou a jogar mais avançado e marcou o segundo gol do Botafogo.

Quem também mostrou estrela foi o atacante, Romário, autor dos dois gols do Americano. No segundo tempo, com a equipe atrás no placar, o camisa 9, novamente de cabeça, marcou o gol de empate do time da casa.

Vitor Silva/SSPress/Botafogo
Imagem: Vitor Silva/SSPress/Botafogo

Diego Souza apagado

Principal contratação do Botafogo para a temporada, o experiente atacante Diego Souza não esteve em um dia inspirado. Em seu terceiro jogo com a camisa do Fogão, Diego mal pegou na bola nos primeiros 45 minutos de partida. Bem marcado pela defesa do Americano, Diego ficou "encaixotado" entre os defensores, e precisava deixar a função de centroavante para tentar buscar a bola fora da pequena área, deixando o time sem referência no ataque. No segundo tempo, perdeu a bola que deu origem ao primeiro gol do Americano.

Apesar do belo início como jogador do clube carioca, com um gol e uma assistência em seus dois primeiros jogos, o atacante não teve uma tarde feliz em Saquarema.

Vitor Silva/SS Press/Botafogo
Imagem: Vitor Silva/SS Press/Botafogo

Falta de criatividade é empecilho para o Botafogo

O Botafogo voltou a enfrentar dificuldades para criar jogadas ofensivas. Com o sol escaldante e o gramado pesado, a equipe do técnico Zé Ricardo, que repetiu a escalação da última rodada, não conseguiu imprimir seu futebol de rápido contra-ataque, e viu Erik, pela direita, e Pimpão, pela esquerda, apoiarem pouco a equipe no primeiro tempo. Com mudanças no segundo tempo, a equipe balançou as redes, mas em jogadas individuais.

Artilheiro do Botafogo no ano, Erik não vai bem

Artilheiro do Botafogo na temporada, com seis gols, o atacante Erik segue sem balançar as redes. Neste domingo, o veloz camisa 11 teve chance de ouro para marcar o segundo gol do Botafogo, mas furou em lance capital. Com isso, já são cinco jogos sem marcar com a camisa do clube carioca.

Pai e filho em campo

O goleiro Luis Henrique, de 40 anos, e o meia Matheus Gama, de 19 anos, foram titulares do Americano neste domingo. Os atletas, além de companheiros de clube, são também familiares: Luis Henrique é pai de Matheus. Em campo, Luis teve pouco trabalho no primeiro tempo, mas viu o Botafogo melhorar na segunda etapa. Já Matheus, buscando incomodar a defesa botafoguense, ajudou o Americano a trabalhar a bola na entrada da área.

AMERICANO-RJ 2 X 2 BOTAFOGO

Data e hora: 24/03/2019, domingo, às 16h (horário de Brasília)
Local: Eucy Rezende, em Saquarema (RJ)
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (RJ)
Auxiliares: Gabriel Conti Viana e Ivan Silva Araújo
Cartões amarelos: Gabriel (Americano); Gustavo Ferrareis (Botafogo)

GOL: Romário aos 12 minutos e aos 46 minutos do segundo tempo; Alex Santana aos 5 minutos do segundo tempo e Pimpão aos 25 minutos do segundo tempo (Botafogo)

Americano-RJ: Luis Henrique; Sanderson, Admilton, Gabriel e Espinho; Matheus Gama, Vandinho (Di Maria), Rafinha (Ricardinho); Daniel, Nathan (Gustavo Tonoli) e Romário
Técnico: Josué Teixeira

Botafogo: Diego Cavalieri; Marcinho, Marcelo, Gabriel e Jonathan; Alex Santana (João Paulo), Cícero e Ferrareis (Luiz Fernando); Pimpão (Igor Cássio), Eirk e Diego Souza
Técnico: Zé Ricardo