Topo

Futebol


Vitória demite Marcelo Chamusca após eliminação precoce no Estadual

Técnico Marcelo Chamusca é apresentado no Vitória, ao lado do presidente Ricardo David - Maurícia da Matta/EC VITÓRIA
Técnico Marcelo Chamusca é apresentado no Vitória, ao lado do presidente Ricardo David Imagem: Maurícia da Matta/EC VITÓRIA

Do UOL, em Santos (SP)

18/03/2019 17h38

Marcelo Chamusca não é mais técnico do Vitória. Ele acabou demitido depois de não conseguir levar o time rubro-negro às semifinais do Campeonato Baiano.

A decisão foi tomada após reunião que envolveu Ricardo David, presidente do Vitória, Chico Salles, vice-presidente, Alarcon Pacheco, gerente de futebol, e o próprio Chamusca.

"Nós queremos agradecer ao Marcelo por todo empenho e dedicação durante a sua passagem pelo comando do Leão. Os resultados não aconteceram, mas tenho certeza que não faltou empenho e respeito pela camisa do Vitória. Chamusca trabalhou duro durante o período que esteve aqui", disse o presidente Ricardo David.

Marcelo Chamusca, por sua vez, agradeceu a oportunidade que teve no Vitória. Ele esteve à frente do time em 14 jogos e obteve três triunfos, sete empates e quatro derrotas.

"Quero agradecer a diretoria pela chance que me deu de comandar um time da grandeza do Vitória. Trabalhamos, dei meu melhor, mas infelizmente os resultados não surgiram em campo. Agradeço aos jogadores, comissão Técnica, torcida e desejo sucesso ao Vitória durante a temporada", comentou Marcelo Chamusca.

Ontem, em pleno Barradão, o Vitória foi derrotado por 2 a 0 pelo Fluminense de Feira e ficou apenas com a quinta colocação da tabela, sendo assim eliminado ainda na primeira fase. O time rubro-negro também caiu precocemente da Copa do Brasil após perder por 2 a 0 para o Moto Club, na primeira fase.

O clube informou que já trabalha para anunciar um novo técnico 'em breve'. Amanhã, os jogadores vão se reapresentar e serão treinados, interinamente, por Flávio Tanajura.

Mais Futebol