PUBLICIDADE
Topo

Fluminense

Ganso chega a quinto jogo seguido, anima Flu e supera números da Europa

Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

15/03/2019 04h00

Paulo Henrique Ganso mal desarrumou suas malas no Rio de Janeiro e já vive, em poucos dias de Fluminense, uma experiência incomum em seus tempos de futebol na Europa.

Com cinco jogos consecutivos com a camisa tricolor, o meia já completou três partidas inteiras, sendo substituído apenas contra o Ypiranga, quando atuou por 74 minutos, e ante o Boavista, jogo no qual jogou até os 27 do segundo tempo. Já são 371 minutos em campo desde que estreou diante do Bangu.

"Levei só uma pancada de leve, saí (contra o Boavista) para me preservar e para o Fernando Diniz botar todo mundo para jogar", disse ele ao "Premiere".

No Sevilla, o camisa 10 jamais foi sequer usado em cinco duelos na sequência. Na Espanha, o recorde do jogador foram de quatro jogos seguidos, mas completando toda a partida apenas uma vez. Neste recorte, o jogador permaneceu dentro das quatro linhas por 302 minutos.

Quando foi para o Amiens, ele até foi mais acionado e chegou a ser utilizado em 13 jogos em sequência no Francês. No entanto, ficou do início ao fim em campo apenas duas vezes em sua curta passagem por lá, mas estas ocasiões foram bem espaçadas (em outubro e dezembro de 2018).

A última vez a que foi submetido a uma maratona similar foi ainda durante a sua passagem no São Paulo. Entre maio e junho daquele ano, Ganso jogou cinco partidas completas, incluindo duas válidas pelo mata-mata da Libertadores.

Contra o Boavista, o jogador teve atuação discreta, assim como boa parte do time, que parece ter se poupado ante um adversário que pouquíssimo exigiu durante todo o tempo.

Após o triunfo na Região dos Lagos, o Fluminense volta as suas atenções para o rival Botafogo, adversário do próximo domingo, às 19h, no Maracanã.

Fluminense