PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Emerson nega estar sem falar com a filha há 3 anos e processará TV italiana

Ex-volante Emerson e a filha Karolayne - Reprodução/Instagram
Ex-volante Emerson e a filha Karolayne Imagem: Reprodução/Instagram

Brunno Carvalho

Do UOL, em São Paulo

12/03/2019 04h00

O ex-volante Emerson se viu no meio de uma polêmica depois que a filha mais velha Karolayne, 21, foi a um programa da emissora italiana "Canal 5" falar que não o encontra há três anos. Vivendo em Miami, nos Estados Unidos, o ex-jogador disse acreditar que a filha tenha sido má influenciada para tomar a decisão de ir à televisão tratar do relacionamento entre ambos.

"A primeira coisa que eu pensei quando soube da noticia era de que a minha filha não era aquela pessoa que estava falando na TV. Isso não partiu dela. Ela caiu em uma situação, usaram do sentimento dela", disse o ex-jogador ao UOL Esporte.

Emerson diz ter falado por mais de três horas com a filha na manhã de ontem (11). Durante a conversa, Karolayne teria dito que foi mal interpretada no programa italiano. 

"Na nossa conversa, ela disse que foi para o programa para falar o quanto estava com saudades de mim, porque a gente não consegue se ver. Acredito que ela tenha uma influência muito ruim por trás. Pessoas que se aproveitaram desse momento frágil dela e distorceram muita coisa. Não posso controlar minha filha em tudo, posso aconselhá-la. Quem sabe isso sirva de lição para ela não confiar em todo mundo".

Durante a participação no programa italiano, Karolayne disse que o assunto a machucava muito e que não conversava com o pai desde o Natal de 2015. 

O ex-jogador não soube precisar a última vez que os dois se encontraram, mas admite que faz muito tempo. Ele, no entanto, ressaltou que o motivo foi os compromissos profissionais dos dois e processará o "Canal 5" por causa da entrevista. Karolayne é tenista e faz faculdade em Roma, na Itália, enquanto Emerson mora nos Estados Unidos.

"Estou tomando providências com a televisão na Itália. Em nenhum momento ela disse que a gente não se fala há três anos, ela disse que a gente não se vê há algum tempo. Isso tem uma diferença muito grande, porque não falar há três anos faz você achar que o cara é um escroto. Se aproveitaram dessa bondade dela e colocaram uma coisa que não é verdade", criticou o ex-jogador da seleção.

Emerson posta foto antiga com a filha Karolayne - Reprodução - Reprodução
Emerson postou uma foto antiga com a filha no Instagram no final de 2017
Imagem: Reprodução

"Que a gente está há um bom tempo sem se ver é verdade, mas não porque não queremos isso. Ela disputa torneios de tênis, eu trabalho também. Com essas questões, acabou que a gente não conseguiu se ver. Não dou essa culpa a ela (da entrevista), eles se aproveitaram de uma menina que estava com esse sentimento de não poder estar com o pai. Já convidei várias vezes ela até para morar comigo, mas entendi a recusa porque ela tem uma vida em Roma, foi muito nova para Roma, joga tênis. Jamais vou atrapalhar o sonho da minha filha".

Karolayne disputa torneios de tênis desde os 16 anos. Atualmente, ela ocupa a 853ª posição do ranking da WTA, mas não entra em quadra desde agosto do ano passado, quando perdeu para Dalila Spiteri nas oitavas de final do Future de Sezze, na Itália.

A filha de Emerson esteve no "Canal 5" acompanhada da mãe Sônia, que é separada de Emerson desde 2003. Os dois travaram uma disputa judicial sobre pensão alimentícia em 2007. A Justiça decidiu que deveriam ser pagos 20 mil euros a Sônia e a mesma quantia a Karolayne. Além disso, Emerson poderia ver a filha duas vezes por mês em Roma e ter mais 10 dias com ela durante as férias.

O jogador aposentado diz não saber o que acontece na vida da ex-mulher, mas admitiu que o casamento não terminou de forma amigável. "Não estou aqui para falar quem é culpado, estou aqui para dizer que o divórcio não é bom para ninguém. No meu caso, a mãe nunca aceitou isso (o divórcio), foi uma decisão minha. Tive muitos problemas com isso. Na cabeça dela, tinha que ser uma guerra comigo. E eu nunca quis essa guerra".

A relação, contudo, não atrapalha na convivência de Karolayne com a atual mulher de Emerson e seus filhos, segundo o ex-jogador. "Ela sempre foi bem aceita dentro da nossa família, pela minha esposa, pelas irmãs dela. Tenho uma filha de 9 anos que gosta muito dela, teve muito contato com ela, a todo momento pergunta pela irmã e diz que se inspira nela".

Emerson foi campeão da Libertadores com o Grêmio em 1995. Na Europa, colecionou passagens por Roma, Juventus, Real Madrid e Milan. Com a camisa da seleção brasileira, conquistou a Copa América de 1999 e a Copa das Confederações de 2005. O volante seria o capitão na Copa do Mundo de 2002, mas foi cortado ainda na preparação para o torneio por causa de uma lesão sofrida durante um treino.

Esporte