PUBLICIDADE
Topo

Seleção Brasileira

Tite relatou a amigo almoço com mãe na véspera da morte: "Brincaram juntos"

FÁBIO MOTTA/ESTADÃO CONTEÚDO
Imagem: FÁBIO MOTTA/ESTADÃO CONTEÚDO

Diego Adami

Colaboração para o UOL, em Caxias do Sul (RS)

10/03/2019 00h52

Tite almoçou com Dona Ivone anteontem, na véspera do falecimento da mãe. A morte pegou de surpresa a família Bachi. Amigo de infância do treinador da seleção brasileira, Alvaro Mentta fala com carinho da senhora que morreu na tarde de ontem (9), aos 83 anos, em Caxias do Sul (RS).

"[Tite] ficou ali com ela, rezaram, almoçaram. Ele estava me contando que brincaram juntos, ela estava bem contente", lembra o amigo. "Era uma pessoa que cativava pela simplicidade. Muito querida. Todo mundo perde. Era quase uma santa", afirmou Alvaro, durante o velório aberto às 21h.

Segundo Mentta, Dona Ivone foi vítima de um mal súbito em casa por volta das 14h30 de sábado. "Ela estava na pia, com a moça que a cuidava. Estava chovendo, e elas olhavam pela janela a [cadela] Maia. Então ela passou mal. Foi muito rápido", conta.

As últimas homenagens à mãe de Tite estão sendo prestadas no Memorial São José. No domingo, haverá uma cerimônia religiosa na capela, e o sepultamento está marcado para as 17h, no Cemitério Parque de Caxias do Sul.

Seleção Brasileira