PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Técnico do Barça: 'Quem sabe um dia uma mulher comande um time principal?'

Ernesto Valverde lembrou, em coletiva, fatos recentes de destaque no futebol feminino espanhol - Aitor Alcalde/Getty Images
Ernesto Valverde lembrou, em coletiva, fatos recentes de destaque no futebol feminino espanhol Imagem: Aitor Alcalde/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

08/03/2019 14h59

Em entrevista coletiva hoje, data em que se celebra o Dia Internacional da Mulher, o técnico do Barcelona, Ernesto Valverde, analisou o que considerou passos importantes das mulheres no futebol. Em especial, na Espanha.

"Estão sendo dados muitos passos. É imparável que a mulher tenha mais presença. Em alguns casos, como em jogos recentes no San Mamés, no Wanda ou nos jogos de Champions aqui no ano passado, foram dados passos evidentes", disse.

A declaração de Valverde destaca alguns episódios recentes bastante emblemáticos do futebol feminino na Espanha. Em janeiro, no estádio San Mamés, Athletic Bilbao e Atlético de Madri se enfrentaram pelas quartas de final da Copa da Rainha diante de 48.121 torcedores - recorde de público na Europa em jogos femininos. O time de Madri venceu por 2 a 0.

Já o Wanda Metropolitano receberá o time feminino do Atlético em 17 de março, em duelo contra o Barcelona que pode definir o título da liga espanhola. As madrilenas lideram a competição com 63 pontos em 22 jogos, enquanto o Barça é vice-líder com 57. O torneio tem 30 rodadas, e o duelo acontece pela 24ª.

A Liga dos Campeões 2018/2019, por sua vez, teve jogos de destaque na Espanha durante o segundo semestre de 2018. O Atlético empatou por 1 a 1 com o Manchester City (antes de eliminar as inglesas com uma vitória fora de casa por 2 a 0), enquanto o Barcelona venceu as cazaques do BIIK Kazygurt com uma vitória por 3 a 0 (4 a 3 no agregado). Os dois times avançaram às oitavas de final, mas só o Barça passou pela fase seguinte ao despachar o Glasgow City (5 a 0 e 3 a 0). O Atlético caiu diante do Wolfsburg (4 a 0 e 6 a 0).

Para Ernersto Valverde, a tendência é que seja cada vez mais comum ver mulheres tendo papéis presentes inclusive no futebol masculino. "Há cada vez mais mulheres como árbitras ou auxiliares", disse. "Talvez algum dia haja alguma mulher sentada aqui, dirigindo um time principal. Quem sabe?", cogitou.

Esporte