PUBLICIDADE
Topo

São Paulo

Sem Nenê, São Paulo tem dia de "intensivão" nas finalizações

Igor Gomes foi um dos destaques do treino de finalização no Tricolor Paulista - Marcello Zambrana/AGIF
Igor Gomes foi um dos destaques do treino de finalização no Tricolor Paulista Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

Bruno Grossi

Do UOL, em São Paulo

06/03/2019 11h40

Por quase 1h30, o elenco do São Paulo passou por uma espécie de "intesivão" para aprimorar as finalizações na manhã de hoje. O treino específico pensado por Vagner Mancini envolvia também ultrapassagens e cruzamentos, mas o foco mesmo era calibrar as conclusões a gol. E de todas as formas: de primeira, pelo alto, com o pé ruim, de fora da área e de pênalti.

O trabalho teve ritmo forte e colocou jogadores de todas as posições para chutar. Garotos da base mostraram que estão com os fundamentos afiados e foram os mais regulares na primeira etapa da atividade, quando era preciso tabelar, cruzar da linha de fundo e alguém chegar para finalizar dentro da área. No mesmo exercício, o veterano Edimar e o zagueiro Bruno Alves também receberam muitos elogios. Os goleiros Júnior e Tiago Volpi apareceram bem com grandes defesas.

Aos poucos, Mancini foi liberando os jogadores de defesa ou que estavam mais desgastados, como Brenner e Hudson, que voltaram recentemente de lesões, Antony e Hernanes, titulares na vitória sobre o Bragantino no domingo passado. Quem permaneceu em campo, precisou de força para seguir duelando com os goleiros em conclusões de fora da área, batendo com o pé ruim ou correndo para cabecear. Nesse período, Diego Souza esteve entre os melhores, assim como Igor Gomes.

Mancini promoveu ainda duas apostas entre atacantes e goleiros: uma com chutes de primeira, com a bola no alto, de fora da área, e outra nos pênaltis. Os jogadores de linha levaram a melhor no primeiro confronto, com Igor, Toró e Everton Felipe acertando as duas tentativas que tiveram. Depois, nas penalidades, Igor novamente teve 100% de aproveitamento, mas Toró errou a cobrança derradeira, defendida por Lucas Paes. Júnior também pegou uma, enquanto Gonzalo Carneiro mandou cavadinha por cima do gol de Jean.

O meia Nenê, que costuma ter bom desempenho nesse tipo de treinamento, nem sequer foi a campo na manhã de hoje. Ele está com o joelho esquerdo inchado após ter recebido uma pancada no treino de ontem e ficou em tratamento no Reffis. Por enquanto, a situação não preocupa para o duelo das 21h de sábado, no Pacaembu, contra a Ferroviária, pela décima rodada do Campeonato Paulista.

O zagueiro Walce seguiu programação diferente e apenas correu em volta dos gramados. Seguem entregues ao departamento o volante Liziero, com entorse no tornozelo direito e dores no púbis, o lateral-esquerdo Reinaldo e os atacantes Everton e Biro Biro, todos com lesões musculares. Além deles, Rojas segue em recuperação de cirurgia no joelho direito.

São Paulo