PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Inter enfrenta time que Figueroa tirou do 'anonimato' após deixar o Brasil

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

06/03/2019 04h00

O Internacional reencontra a Libertadores diante de um rival que tem conexão com Porto Alegre e o Beira-Rio. A partida de hoje (6), em Santiago, põe o clube gaúcho contra a equipe que Elias Figueroa escolheu para jogar após deixar o Brasil, na década de 1970. O mítico zagueiro colorado ajudou o Palestino a entrar no mapa da elite do futebol andino.

Figueroa trocou Porto Alegre por Santiago em 1977, depois de ser bicampeão brasileiro com o Internacional. No Chile outra vez, o zagueiro catapultou o modesto clube de origem palestina a outro patamar. Em duas temporadas, o Palestino foi campeão da Copa do Chile e do campeonato nacional. A série de jogos sem perder chegou a 44 partidas e se tornou histórica.

O Palestino foi fundado em 1920 por imigrantes e recentemente virou notícia por sua ligação política com o povo da região da Palestina. Em 2014, o clube usou a silhueta do território para representar o número 1 nas camisas de jogo. Os demais times da primeira divisão reclamaram e houve punição, além da troca dos algarismos.

Em campo, o Palestino atual tenta fazer mais história. Campeão da Copa do Chile do ano passado, o clube já quebrou jejum de 40 anos sem títulos. Neste ano, eliminou Independiente Medellín-COL e Talleres-ARG nas fases preliminares.

"Eles jogam no 4-4-2 em losango e praticamente três volantes, um deles está fora do nosso jogo. Um atacante de referencia e outro de movimentação, por dentro. Ou seja, tem quatro por dentro e um atacante. Deixa os lados para os atacantes. E a variação deles é botar um terceiro zagueiro, abre linha de três e empurra os alas lá em cima. Segue com muita gente pelo meio. Significa o que? Temos que ter o meio muito forte. O Palestino não é time de imposição, de jogar aberto, com pontas. O nosso centro do campo tem que ser muito fortalecido para que a gente possa tirar essa possibilidade de jogo curto, infiltração. Não significa que em algum momento não podemos modificar. Com os jogadores que vão iniciar, podemos variar sem fazer substituição. Sem revelar escalação, digo que o princípio de jogo deles é forte pelo meio. Temos que quebrar isso e buscar espaços que o time deles deixa com esse esquema"; analisou Odair Hellmann, treinador do Inter. 

FICHA TÉCNICA
PALESTINO-CHI X INTERNACIONAL

Data e hora: 06/03/2019 (quarta-feira), às 19h15min (Brasília)
Local: estádio San Carlos de Apoquindo, Santiago (CHI)
Transmissão na TV: Sportv 2 Árbitro: Mário Diaz de Vivar (PAR)
Auxiliares: Roberto Cañete (PAR) e Dario Gaona (PAR)

PALESTINO: Ignacio González; Alejandro González, Diego Rosende, Luis Mago e Véjar; Enzo Guerrero (Ignacio Ayala), Agustín Farías, Cortés e Jiménez; Passerini e Gutiérrez
Técnico: Ivo Basay

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Zeca, Rodrigo Moledo, Víctor Cuesta, Iago; Rodrigo Dourado, Edenilson, Patrick (Nonato); Pottker, Nico López e Pedro Lucas (Rafael Sobis)
Técnico: Odair Hellmann

Futebol