PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Jogador chama bronca de Pochettino de "melhor coisa que vi no futebol"

Normalmente calmo, Pochettino deu bronca e incentivou jogadores do Tottenham no intervalo contra o Arsenal - David Klein/Reuters
Normalmente calmo, Pochettino deu bronca e incentivou jogadores do Tottenham no intervalo contra o Arsenal Imagem: David Klein/Reuters

Do UOL, em São Paulo

03/03/2019 20h37

Depois de duas derrotas seguidas, o Tottenham foi para o intervalo perdendo o clássico contra o Arsenal por 1 a 0, neste sábado (2). Na segunda etapa, no entanto, o time voltou melhor, conseguiu empatar, com Harry Kane, e ainda evitou a derrota, na defesa de Hugo Lloris no pênalti de Aubameyang. 

O lateral Danny Rose atribuiu a reação do time à motivação dada pelo treinador Mauricio Pochettino no vestiário. "O técnico disse algumas coisas no vestiário e isso realmente nos afetou, porque ele geralmente é calmo e contido. Ele normalmente fala conosco no intervalo, mas dessa vez ele estava realmente nos mandando para a guerra", descreveu o inglês. 

"Aquilo foi a melhor coisa que eu já testemunhei no futebol, a fala dele no intervalo. Nós ficamos com aquilo e tivemos a atitude que ele pediu no segundo tempo", completou. 

Apesar de ter criado mais chances de gol, o Tottenham não conseguiu abrir o placar no primeiro tempo, o que foi alcançado pelo Arsenal. Assim como todo o time, Rose também foi mal nos primeiros 45 minutos. Quase expulso após uma dividida com o goleiro Leno, o lateral rendeu melhor na metade final, quando foi deslocado para o meio.

"Não estamos acostumados a perder dois jogos seguidos. Alguma coisa precisa mudar em algum lugar. Seja com uma impulsão a mais, eu acho que ele tentou uma abordagem diferente. Mas eu gostei do que ele fez no intervalo, realmente me incendiou", comentou. 

Sobre o papo em si, Rose revelou que Pochettino pediu que o time "lutasse por ele, pelos companheiros e pelo time". "Algumas pessoas podem se apegar a isso, enquanto outras não. Eu amo ver esse tipo de coisa."

Pela defesa de pênalti de Lloris, no último minuto, o empate deixou o clima positivo no Tottenham. Como citado, o time vinha de duas derrotas seguidas na Premier League, para Burnley e Chelsea. 

O momento da reação é oportuno, já que, na terça-feira (5), o time fará a segunda partida contra o Borussia Dortmund, pelas oitavas de final da Liga dos Campeões. Na ida, em Wembley, o Tottenham derrotou o então líder da Bundesliga por 3 a 0. 

Futebol