PUBLICIDADE
Topo

Flamengo

Ex-candidato deixa lado "brigão" para ser conciliador do Fla em entidades

Cacau Cotta será o representante do Flamengo na tentativa de reconstruir a relação com CBF e Ferj - Júlio César Guimarães/ UOL
Cacau Cotta será o representante do Flamengo na tentativa de reconstruir a relação com CBF e Ferj Imagem: Júlio César Guimarães/ UOL

Vinicius Castro

Do UOL, no Rio de Janeiro

02/03/2019 04h00

Cacau Cotta tentou ser presidente do Flamengo na eleição de 2015. Derrotado nas urnas, ele praticou oposição no Conselho Deliberativo e também fez duras críticas ao ex-mandatário Eduardo Bandeira de Mello e seus pares nas redes sociais. Vice de Fla-Gávea e Administração na gestão Patricia Amorim, o dirigente está de volta aos holofotes com Rodolfo Landim.

O lado "brigão" ficou de lado desde a campanha que deu a vitória ao atual presidente. Cacau sempre foi bem visto por Landim para uma função política. A possibilidade de apoio inicial ao candidato Ricardo Lomba, no entanto, travou as conversas. Apesar da demora, Cotta foi nomeado diretor geral de relações externas, cargo não remunerado e que será exercido em parceria com o vice da pasta, Luiz Eduardo Baptista, o Bap.

Personagem que já colecionou algumas polêmicas nos bastidores, travou discussões e se posicionou em ocasiões no Conselho Deliberativo, Cacau Cotta costuma falar sobre a necessidade de "pulso firme" no Flamengo. O enfraquecimento do clube nas entidades foi alvo de inúmeras críticas dele durante a gestão Bandeira. É nesse ponto, inclusive, que atuará diretamente.

Cacau representará o Flamengo na Ferj (Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro) e na CBF (Confederação Brasileira de Futebol). A missão é estreitar laços e promover um bom relacionamento com os dirigentes. Rodolfo Landim quer que o clube volte a ser respeitado e não entre em atrito de forma desnecessária.

Bap dividirá com Cacau a função. O vice de relações externas, porém, ficará responsável diretamente pelas reuniões da Conmebol. Ambos possuem personalidade forte e até já trocaram farpas no passado, quando defendiam lados opostos. Hoje, estão unidos, enquanto alguns grupos políticos que apoiaram Rodolfo Landim criticam a nomeação de Cotta pela gestão.

O fato é que ele já assinou a papelada e começou a trabalhar. Nas próximas reuniões das entidades, o Flamengo já será representado por Cacau. Quem falou firme em diversas oportunidades e se envolveu em polêmicas, precisará usar a cabeça para construir o ambiente sonhado por Landim.

Flamengo