PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Fisioterapeuta de jogadores famosos é preso por tentativa de feminicídio

Adriano Tiezerini (à esquerda) trabalhou com jogadores como Jael (foto) e Keirrison - Reprodução
Adriano Tiezerini (à esquerda) trabalhou com jogadores como Jael (foto) e Keirrison Imagem: Reprodução

Napoleão de Almeida

Colaboração para o UOL

01/03/2019 15h49

O fisioterapeuta Adriano Tiezerini, 37 anos, que ajudou na recuperação de atletas como Adriano (ex-Barcelona), Keirrison e Jael, foi preso na noite de ontem em Porto Alegre após mandado de prisão por tentativa de feminicídio. Ele é acusado de planejar a morte da ex-namorada em dezembro de 2018, em Curitiba.

Na ocasião, Adriano marcou um encontro com a mulher em uma avenida movimentada da capital paranaense. A ex-companheira levou uma amiga como acompanhante, por receio do que poderia encontrar.

No encontro, quando Adriano se afastou, um homem anunciou um assalto e atirou por três vezes na ex-namorada de Adriano, mas não interpelou a amiga e saiu do local sem levar nada, o que levantou as suspeitas da Polícia Civil. A vítima sobreviveu aos tiros.

O fisioterapeuta foi preso em Porto Alegre após a polícia ver o anúncio de uma live na internet dentro de uma academia na capital gaúcha. Ele será transferido para Curitiba para responder ao processo.

Tiezerini atua como fisioterapeuta no MMA e trabalhou com a recuperação de vários jogadores. Ele ainda foi Coordenador do Centro de Saúde do Atleta e Alta Performance do Paraná Clube até o começo de 2017. Depois, afirma ter trabalhado no Coritiba como consultor de saúde até o final de 2017 - o clube nega ter tido vínculo trabalhista com ele.

Além disso, é o administrador da empresa Aliens High Performance, que vende suplementos de treinamento e que pertence ao atacante Keirrison.

Futebol