PUBLICIDADE
Topo

Fluminense

Fluminense planeja cortes no elenco para ter fôlego financeiro por Nenê

Meia Nenê, ainda no São Paulo, segue na mira do Fluminense - DIEGO LIMA / AFP
Meia Nenê, ainda no São Paulo, segue na mira do Fluminense Imagem: DIEGO LIMA / AFP

Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

28/02/2019 04h00

O Fluminense segue em silêncio observando o possível litígio de Nenê com o São Paulo, mas já vai armando o terreno para o caso de entrar em cena se o rompimento se concretizar.

Em situação delicada financeira, o Flu não pretende mover um milímetro de seu orçamento para ter o meia, mas já faz ajustes que serão importantes para acomodar o possível reforço. Ante a necessidade de enxugar a folha, o Flu acertou o empréstimo de Robinho ao CSA, negocia o repasse de Nathan Ribeiro ao Fortaleza, e tenta encontrar um destino para Maranhão.

Este último, que foi incluído na lista de jogadores dispensados pelo Flu no final de 2017, tem contrato apenas até maio desta temporada. Como está treinando em separado e não consta nos planos de Fernando Diniz, o clube tenta arrumar um destino para o jogador antes mesmo do término do vínculo.

Caso estes movimentos se concretizem, o Fluminense entende que o são-paulino se enquadraria no orçamento desenhado para 2019. A cúpula tricolor crê que não pode fazer a investida sem que haja uma justificativa razoável para o elenco, que convive com atrasos neste início de ano.

Nenê nunca saiu do radar tricolor, ainda que Paulo Henrique Ganso tenha sido contratado. O otimismo é grande no clube, já que há o entendimento de que o rompimento com o São Paulo é uma hipótese bem provável. Somado a isso, o Flu se apega ao desejo de Nenê, que já manifestou interesse em retornar ao Rio de Janeiro.

Para o setor de criação, Fernando Diniz conta com Ganso e Daniel. O comandante já deu o sinal verde para o possível negócio, já que ele entende haver necessidade de um acréscimo para esta região do campo.

Dois zagueiros certos

Enquanto sonha com Nenê, o Fluminense já conta com as chegadas dos zagueiros Léo Santos, do Corinthians, e Nino, do Criciúma. O primeiro foi anunciado ontem, mas ainda há a necessidade de pequenos ajustes em cláusulas contratuais para o jogador do Tigre seja oficializado ainda hoje.

Fluminense