PUBLICIDADE
Topo

Palmeiras vence Ituano com show de Ricardo Goulart e gol de Borja

Siga o UOL Esporte no

Danilo Lavieri

Do UOL, em São Paulo

27/02/2019 23h21

O Palmeiras teve alguns sustos, mas conseguiu ganhar do Ituano na noite de hoje no Allianz Parque, em jogo válido pela nona rodada do Campeonato Paulista. Com uma bela atuação de Ricardo Goulart, que fez dois gols e deu uma assistência de peito para Borja, a equipe conseguiu a vitória por 3 a 2 para um público de pouco mais de 20 mil pessoas. Os gols da equipe do interior foram marcados por Serrato e Morato.

O jogo parecia que seria facilmente controlado pelo Alviverde com o placar apontando 2 a 0 antes dos 25 minutos do primeiro tempo. O sinal de alerta foi ligado segundos após Borja perder gol dentro da área, já no segundo tempo. Pouco depois, o Ituano diminuiu.

A torcida começou a se preocupar, e o colombiano se redimiu. Ele aproveitou assistência de Goulart e fez o terceiro do Palmeiras. Felipão reagiu ao gol fechando a sua equipe. O técnico tirou o autor do gol e colocou Thiago Santos, promovendo Goulart a camisa 9. O time relaxou e viu o Ituano fazer o segundo, mas conseguiu segurar até o fim dos 90 minutos.

Com o triunfo, o Palmeiras continua firme para confirmar a sua classificação para a fase de mata-mata. Com 18 pontos, a equipe está na liderança do grupo B, com cinco à frente do Guarani e do Novorizontino, que ainda precisam jogar nesta rodada. A próxima rodada está marcada apenas para o outro sábado, dia 9, contra o Mirassol. Antes disso, no entanto, o Alviverde faz a sua estreia na Libertadores. Na quarta-feira, o time enfrenta o Junior Barranquilla.

PVC comenta vitória do Palmeiras e vê "pequenos sinais" na escalação

UOL Esporte

O melhor: Ricardo Goulart

Incontestável, ele foi o nome do jogo desta quarta-feira. Com dois gols e uma assistência para Borja, o camisa 11 não poderia ter estreia como titular melhor do que esta. Não estranhe, este texto vai repetir muitas vezes o nome dele.

Ricardo Goulart comemora seu gol para o Palmeiras em partida contra o Ituano - Ale Cabral/AGIF
Ricardo Goulart comemora seu gol para o Palmeiras em partida contra o Ituano
Imagem: Ale Cabral/AGIF

O pior: Baralhas

O jogador foi amarelado logo no início do jogo e passou o jogo inteiro evitando o contato para não ser expulso. Acabou substituído no segundo tempo.

Ricardo Goulart faz o primeiro após desvio de Borja

Como de costume, Luiz Felipe Scolari escondeu a escalação do Palmeiras. Minutos antes de a bola rolar, ele revelou que Ricardo Goulart atuaria como titular pela primeira vez, mas provavelmente ainda não sabia que ia dar tão certo. Logo aos 11 minutos, o camisa 11 aproveitou jogada aérea e desvio de Borja para apenas "cumprimentar" a bola para o fundo do gol.

Como não ser o camisa 9, Goulart?

Poucos minutos depois, Bruno Henrique, outro que atuou muito bem, deu passe espetacular de longa distância para Mayke. O lateral tentou duas vezes até conseguir cruzar e achar o dono do jogo. Ricardo Goulart, no melhor estilo de camisa 9, subiu mais alto que o zagueiro e ampliou o placar.

Ituano tenta reagir com gol duvidoso

Depois de abrir 2 a 0, o Palmeiras controlou o jogo e quase não sofreu ameaças do Ituano. Foi só no segundo tempo que a equipe do interior conseguiu assustar. Em bate rebate na área, a bola sobrou para Marcos Serrato, que só precisou empurrar para diminuir o placar. A transmissão da TV Globo mostrou que a posição do autor do gol era duvidosa.

Xô, zica no estilo Colômbia

Bastante contestado por gols perdidos, especialmente o do empate com o Santos, Miguel Borja conseguiu afastar a zica. Depois de ter perdido mais uma chance clara na entrada da pequena área, ele finalmente conseguiu fazer o seu. O detalhe foi a assistência primorosa de Ricardo Goulart, com o peito. O colombiano correu para o banco de reservas e foi prontamente abraçado por todos os presentes.

Felipão testa Goulart de camisa 9

Segundos depois de ver Borja desencantar, Felipão aproveitou a situação para promover um teste e, claro, para fechar a sua equipe. Ele tirou o colombiano e colocou Thiago Santos em campo. Com a mudança, Ricardo Goulart passou a atuar como camisa 9. Bruno Henrique passou a ser o armador. 

Palmeiras relaxa, e Ituano assusta

O Palmeiras praticamente parou de jogar e viu o Ituano conseguir fazer tabela dentro de sua intermediária sem dificuldades. Morato foi colocado em profundidade, pela direita e saiu cara a cara com Weverton. Com um toque de classe, ele encobriu o goleiro e deixou sua equipe viva no jogo.

Homenagens a Avallone antes, durante e depois do jogo

Roberto Avallone, que morreu nesta semana, foi bastante homenageado pelo Palmeiras. Os anúncios no sistema de som levavam seus bordões como "no pique" e "exclamação". No intervalo, o telão fez reverência ao jornalista com uma camisa levando o número 72. Na hora em que o Racing abriu o placar contra o Corinthians na Copa Sul-Americana, inclusive, o locutor do Allianz anunciou "Cristaldo, exclamação!". 

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 3 X 2 ITUANO


Estádio: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Data/hora: 27/2/2019, 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Lucas Canetto Bellote (SP) 
Assistentes: Daniel Luis Marques (SP) e Fabrício Porfirio de Moura (SP)
Renda: R$ 1.016.331,95/
Público: 20.660 presentes
Cartões amarelos: Borja, Thiago Santos, Diogo Barbosa e Felipe Melo (PAL) e Baralhas (ITU)

GOLS: Ricardo Goulart, aos 11 min e 22 do 1ºT, Marcos Serrato, aos 9 min do 2ºT, Borja, aos 12 min do 2ºT e Morato, aos 29 min do 2ºT

PALMEIRAS: Weverton, Mayke, Antônio Carlos, Edu Dracena e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique (Lucas Lima) e Ricardo Goulart; Dudu, Carlos Eduardo (Felipe Pires) e Borja (Thiago Santos). 
Técnico:Luiz Felipe Scolari.

ITUANO: Pegorari, Jonas, Léo Santos, Ricardo Silva e Peri; Corrêa (Marcelinho), Baralhas (Bassani) e Marcos Serrato; Martinelli, Morato e Ramon (Gui Mendes). 
Técnico: Vinicius Bergantin.

Palmeiras