PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Tardelli prioriza treinos físicos após fase leve e poucos jogos na China

Atacante relatou menor número de jogos, na comparação com o Brasil, e treinos diferentes - Lucas Uebel/Grêmio
Atacante relatou menor número de jogos, na comparação com o Brasil, e treinos diferentes Imagem: Lucas Uebel/Grêmio

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

26/02/2019 10h18

Diego Tardelli vai completar duas semanas de Grêmio na próxima quarta-feira e a rotina tem sido de adaptação, literalmente. Após quase cinco anos na China, o atacante passa por trabalhos físicos específicos e recentemente fixou residência em Porto Alegre. Em meio a tudo isso, conta histórias das temporadas do futebol asiático - como o número bem menor de partidas na comparação com o Brasil.

Aos 33 anos, Tardelli é o principal reforço do Grêmio na temporada. Pedido expresso de Renato Gaúcho, ele fez a diretoria se mobilizar para conseguir acerto.

Nos corredores do CT Presidente Luiz Carvalho, Diego Tardelli compartilha com os colegas a rotina no futebol chinês. O número baixo de jogos por temporada, a agenda de treinos bem diferente do futebol brasileiro. O Shandong Luneng, ex-clube do atacante, fez 38 jogos na temporada passada - somando Super Liga chinesa e Copa da China. No Brasil, o Grêmio chegou a 73 partidas em 2018.

Em 2018, Tardelli jogou 29 partidas e fez 20 gols. Mas ficou um longo período parado justamente pelo calendário diferente.

Fora do primeiro jogo da Libertadores, contra o Rosario Central, ele tem chances de atuar no Gre-Nal da primeira fase do Campeonato Gaúcho.

"Não posso dar uma data e nem período (até estreia). Precisamos passar pela fase do físico ao técnico. Ele vai aparecer mais no campo, mas ainda tem a potência que é a fase final. E além de tudo isso, precisa de ritmo de jogo. O Tardelli precisa jogar, ter nível de competitividade para aguentar a temporada no Brasil", disse Rogério Dias, preparador físico do Grêmio.

A visão inicial do Grêmio sobre o ex-jogador de São Paulo, Flamengo e Atlético-MG é ótima. Tardelli se mostrou muito interessado nos testes físicos e seus resultados. Pediu exercícios para manter a forma e entrou direto em treinos para reduzir o percentual de gordura.

"O Tardelii completou o nono dia de trabalho conosco. Fez todas as avaliações de praxe, de início de temporada, e em cima disso podemos dizer que ele chegou em uma boa condição. Ele é um cara que se cuida, sabe da importância de cuidar do corpo. Chegou bem, em boas condições. O tempo de parada exato dele foi de 74 dias e em cima disso montamos uma cartilha de trabalho para ele, uma rotina de trabalhos preventivos onde todo dia alguma coisa é feita, alguma atividade estimula principalmente a parte muscular. É algo pré-treino, sempre faz algo antes de ir a campo", contou Dias.

No final de semana, o reforço mais badalado do Grêmio em 2019 se instalou de vez na capital do Rio Grande do Sul. Depois dos primeiros dias em um quarto de hotel, o mesmo que acomoda o elenco antes das partidas em Porto Alegre, Tardelli se mudou para apartamento que pinçou entre os bairros mais nobres da cidade. No sábado, se despediu dos funcionários do hotel brincando com o destino: "Vou para casa".

Diego Tardelli, em um primeiro momento, deve disputar posição com Felipe Vizeu. A ideia da comissão técnica é ter dois centroavantes com grande poder de finalização. A escalação do novo reforço no lado do campo também é cogitada, mas perde força pelo bom momento das outras alternativas do elenco.

Futebol