PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Kimpembe vira parceiro de brasileiros do PSG colocando música no vestiário

Zagueiro francês Kimpembe dança no vestiário do PSG - Reprodução/Instagram
Zagueiro francês Kimpembe dança no vestiário do PSG Imagem: Reprodução/Instagram

João Henrique Marques

Do UOL, em Paris (FRA)

26/02/2019 04h00

Em tempos de superexposição em redes sociais é comum ver o zagueiro francês Presnel Kimpembe dançando ou pendurado em uma caixa de som no vestiário do Paris Saint-Germain. O apreço pela música gerou os apelidos de "maestro" para os torcedores e de "DJ" entre os jogadores. O hábito também aproximou o atleta da turma brasileira formada por Thiago Silva, Marquinhos, Daniel Alves e Neymar.

Kimpembe carrega o carinho por parte dos brasileiros do time e tem intimidade para realizar brincadeiras. Com Neymar, já apresentou um rap parisiense que tem o jogador como tema da canção. 

No vestiário do PSG, o samba brasileiro agrada Kimpembe. O jogador, no entanto, tem espaço para escolher suas músicas em momentos antes dos jogos.

"Eu sou o DJ, me chamam assim e gosto de brincar com as músicas. Tem o samba dos brasileiros, que é uma obrigação no vestiário e eles sabem que eu sou fã. Para mim é importante fazer os outros sorrirem e tenho essa boa energia para animar", destacou Kimpembe em entrevista recente à TF1.

Na França, o carisma de Kimpembe é considerado grande. Na música cantada por torcedores em homenagem ao título da Copa do Mundo, o jogador tem seu destaque ao ser chamado de "Maestro" Kimpembe. Gifs com a foto do jogador brincando de DJ foram espalhados na web. A imagem tomou conta do Twitter, por exemplo, quando ele fez o primeiro gol do PSG na vitória por 2 a 0 contra o Manchester United, no jogo de ida pelas oitavas de final da Liga dos Campeões, neste mês.

O sucesso de Kimpembe também é grande dentro de campo. Com o PSG, ele renovou contrato recentemente até julho de 2023. O acordo foi colocado como um dos principais pedidos de Thomas Tuchel para as próximas temporadas.
 
"Para mim se trata um dos melhores defensores da Europa. Não é apenas uma questão mental, de alguém que treina e joga em alto nível de concentração. É qualidade. Ele é jovem e brincalhão no vestiário, mas um cara com grandes objetivos na carreira. Fico feliz pela renovação", destacou Tuchel.

Kimpembe é nascido nos arredores de Paris. A chegada no clube aconteceu aos 10 anos de idade. Considerado um sucesso nas categorias de base, ganhou a primeira chance no profissional aos 19 anos, em 2014, nas mãos do então treinador Laurent Blanc.

O grande espaço para Kimpembe no PSG em muito se deve ao sucesso obtido na vitória por 4 a 0 contra o Barcelona, em Paris, na partida de ida das quartas de final da Liga dos Campeões, na temporada passada. Foram quatro desarmes, sendo dois deles precisos sobre Lionel Messi. O zagueiro não cometeu nenhuma falta naquela oportunidade.

Desde o sucesso contra o Barcelona, o francês passou a ser presença frequente no time titular, muitas vezes colocando Thiago Silva ou Marquinhos no banco de reservas. Com Tuchel, o deslocamento de Marquinhos para o meio-campo ofereceu a Kimpembe o status de "intocável" na zaga.

Futebol