PUBLICIDADE
Topo

Cruzeiro

Cruzeiro usa jogo do Mineiro como simulado antes de estrear na Libertadores

Mano Menezes deverá usar a maioria dos seus jogadores titulares em Patos de Minas - Vinnicius Silva/Cruzeiro
Mano Menezes deverá usar a maioria dos seus jogadores titulares em Patos de Minas Imagem: Vinnicius Silva/Cruzeiro

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

24/02/2019 04h00

O Cruzeiro só estreia na Libertadores no dia 7 de março, mas trata o jogo de hoje, contra a URT, como o maior teste da equipe para o torneio até então. Isso porque além de ser o último antes de pegar o Huracán, na Argentina, o compromisso pelo Campeonato Mineiro apresenta algumas semelhanças com o que o clube poderá encontrar na Argentina.

Depois de enfrentar a URT em Patos de Minas, o Cruzeiro vai folgar uma semana, já que o Campeonato Mineiro vai parar durante o final de semana do Carnaval. Além de ser a última partida antes da estreia na Libertadores, os jogadores também apontaram o jogo como um simulado, com ambiente semelhante ao que esperam encontrar em Buenos Aires. Estádio e torcida são alguns pontos semelhantes.

"Eu acho que esse jogo contra a URT, de todos os jogos do Mineiro até agora, é o que mais vai se aproximar com o jogo do Huracán. A gente tem que estar bem preparado, acho que o campo não será tão bom, assim como o da URT", comentou o meia Robinho, citando sua expectativa para o estado do gramado no estádio Zama Maciel.

Além do campo, outra possível comparação que surgiu entre os atletas foi a torcida. Guardadas as proporções devido ao tamanho dos estádios, os torcedores da URT também são conhecidos por abraçarem a equipe em seus domínios, além de ficarem bem próximos ao campo. A dimensão do gramado, inferior em relação à maioria dos estádios, aumenta o clima de alçapão, características que também serão no El Palacio, casa do Huracán.

"Nós estamos falando de um campeonato estadual para a Libertadores, mas é similar. Um campo que às vezes não tem aquela total condição, provavelmente na Argentina também não terá. Mas temos que nos separar", falou Egídio.

O ensaio para o torneio continental não será levado a sério somente devido ao ambiente da partida. O técnico Mano Menezes não confirmou o time, mas já havia adiantado que poderia escalar o provável time da estreia na Libertadores. Isso significa que pelo menos um time alternativo, contando com algumas peças titulares, deverá ser visto no estádio Zama Maciel.

Cruzeiro