PUBLICIDADE
Topo

Esporte

"Mbappé deu mais trabalho", diz zagueiro brasileiro que marcou Messi

Messi e Marcelo disputam bola em duelo pela Liga dos Campeões  - JEFF PACHOUD/AFP
Messi e Marcelo disputam bola em duelo pela Liga dos Campeões Imagem: JEFF PACHOUD/AFP

Do UOL, em São Paulo (SP)

22/02/2019 11h27

Na última terça-feira (19), o Lyon conseguiu segurar o ataque do Barcelona, e a partida de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões acabou empatada em 0 a 0. O brasileiro Marcelo, zagueiro da equipe francesa, foi titular no confronto e um dos responsáveis por parar Lionel Messi, Luis Suárez e companhia. Porém, na opinião do defensor, Kylian Mbappé deu mais trabalho do que o craque argentino. 

"Esses jogadores que eu joguei contra nos últimos tempos são de nível muito top, acredito que o Mbappé nesta temporada foi um jogador que me deu muito trabalho. O Messi não estava muito bem na partida contra nós, mas o Mbappé, pela velocidade, por jogar mais à frente, tendo esse confronto direto, foi o mais difícil", disse Marcelo, em entrevista ao site "Goal". 

Desde 2017 no futebol francês, Marcelo afirmou que, após a seleção francesa conquistar a Copa do Mundo da Rússia, o campeonato disputado no país mudou. O defensor disse que a visibilidade agora é muito maior e que os valores das transferências aumentaram. 

"Mudou a visibilidade, hoje está muito maior do que antes da Copa. Você vê a França revelando muitos atletas, a seleção hoje tem jovens com potencial para jogar mais uma Copa do Mundo e também em nível muito alto. A visibilidade está grande, e é o país que as transferências estão saindo por um valor muito alto", ressaltou. 

Há mais de dez anos no futebol europeu e com 31 anos, Marcelo revela que ainda sonha com uma convocação à seleção brasileira

"Eu nunca joguei pela Seleção principal, só a sub-20. A gente tem esperança, fazendo um bom trabalho, que possa ser reconhecido pelo que vem sendo feito nos últimos anos. Saber que as pessoas estão acompanhando, principalmente os jogos grandes que todo mundo assiste. Espero que o treinador (Tite) tenha acompanhado o jogo e possa dar oportunidade para alguns atletas", concluiu. 

A partida de volta entre Barcelona e Lyon, pelas oitavas da Liga dos Campeões, acontece no dia 13 de março (quarta-feira), no estádio Camp Nou, às 17h (horário de Brasília). 

Vini Jr ganha carro de luxo do Real; Marcelo escolhe modelo de R$ 437 mil

UOL Esporte

Esporte