PUBLICIDADE
Topo

Atlético-MG

Mandatário do Atlético-MG não descarta erro da CBF em lista da Libertadores

Do UOL, em Belo Horizonte

21/02/2019 00h29

Sérgio Sette Câmara, presidente do Atlético-MG, tranquilizou o torcedor sobre uma possível eliminação na Libertadores. O cartola acredita que o time não corre riscos de ser eliminado depois de Conmebol publicar uma lista com clubes que supostamente cometeram erros na inscrição de atletas.

Em entrevista à Fox Sports, o mandatário disse que a cúpula não cometeu erros ao enviar a relação de atletas que disputa a competição pela equipe e põe a responsabilidade de um eventual erro na relação entre CBF (Confederação Brasileira de Futebol) e Conmebol.

"É claro, como eu já falei anteriormente, obviamente, esse é um problema que não é dos clubes. Se houve algum problema, foi entre as confederações. O Clube Atlético Mineiro cumpriu dentro do prazo. Vou dormir tranquilo nesse aspecto, porque estamos com toda a documentação. A torcida pode ficar tranquila, porque da parte do Atlético não há irregularidade", disse.

"Isso [que foi um erro da CBF] eu não posso dizer. Acho que amanhã a CBF vai esclarecer a questão. Procurei me informar a respeito disso e, se houver algum tipo de punição, o que não acredito, seria uma pena pecuniária", acrescentou.

Sette Câmara acredita que o Galo já tem um argumento pronto para qualquer questão discutida na Conmebol. O dirigente também não vê semelhanças com o imbróglio ocorrido com o Barcelona, do Equador, eliminado pela inscrição irregular de um jogador.

"A nossa defesa está pronta, temos toda a documentação enviada dentro do prazo. O Clube Atlético Mineiro está tranquilo. Ele cumpriu com o seu papel. Esse é o caminho e ele foi feito dentro do prazo", afirmou.

"Não, porque é completamente diferente. O caso do Barcelona, o jogador estava de fato irregular. Enviamos a lista de todos os nossos atletas, não tem nada a ver com o que aconteceu com o Barcelona, de Guayaquil", concluiu.

Atlético-MG