PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Manchester United gastou quase R$ 100 milhões para demitir José Mourinho

Mourinho (esq) teve fim de passagem conturbado no Manchester United - Reuters/Andrew Couldridge
Mourinho (esq) teve fim de passagem conturbado no Manchester United
Imagem: Reuters/Andrew Couldridge

Do UOL, em São Paulo (SP)

14/02/2019 13h34

A demissão de José Mourinho e de membros da comissão técnica custou 19,6 milhões de libras (R$ 94,3 mi) ao Manchester United. Este foi o valor apresentado nesta quinta-feira (14), data na qual o clube divulgou o balanço econômico dos últimos três meses. O documento está aberto para consulta e ratifica a saída milionária do treinador português, ainda desempregado.

"Itens excepcionais do último quarto de ano custaram 19,6 milhões de libras, de acordo com a compensação paga ao antigo treinador [José Mourinho] e a membros da comissão técnica que perderam o emprego", diz o trecho do comunicado que aborda a saída de José Mourinho.

José Mourinho - Reprodução - Reprodução
Documento com o trecho que confirma o pagamento de quase 20 mi de libras a Mourinho
Imagem: Reprodução

Segundo o jornal The Mirror, o treinador português embolsou 15 milhões de libras deste total (R$ 72 mi) - o resto foi dividido entre os membros da comissão técnica levados para o United pelo português.

Sem clube desde a saída do United no mês de dezembro, Mourinho participou na última terça-feira da transmissão do jogo entre River Plate-URU x Santos, pela Copa Sul-Americana. 

Em depoimento dado para a emissora DAZN, o técnico afirmou que tem como objetivo permanecer no futebol europeu, mas não descartou a possibilidade de um dia trabalhar no Brasil.

"Vocês têm uma cultura muito própria. Eu tento conhecer o melhor possível. Os fatos de trabalhar com muitos brasileiros e de passar muitas férias no Brasil fazem com que eu conheça um pouco do Brasil. Nunca diria 'dessa água não beberei', mas, por enquanto, meus planos são de continuar aqui na Europa", assegurou José Mourinho.

Demitido, Mourinho viveu uma crise de relacionamento no Manchester United. Os problemas com parte do elenco, como o meio-campista Pogba, e o fraco desempenho resultaram na saída do português. Pelo clube, o treinador conquistou a Supercopa inglesa (2016), a Copa da Liga (2017) e a Liga Europa (2017).

Esporte