PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Ferido em incêndio deixa CTI; Caso mais grave mostra melhora em lesões

Vinicius Castro

Do UOL, no Rio de Janeiro

13/02/2019 13h28

A quarta-feira (13) foi de boas notícias para Francisco Dyogo e Jhonata Ventura, sobreviventes do incêndio que matou dez jovens das categorias de base do Flamengo. O primeiro deixou o CTI e foi transferido para o quarto. A expectativa é a de que tenha alta no decorrer da quinta-feira (14).

Já o segundo realizou um exame que mostrou evolução nas lesões das vias aéreas. Jhonata teve 30% do corpo queimado e foi resgatado em estado gravíssimo.

Ele segue em tratamento intensivo no setor de terapia intensiva do hospital Pedro II, na Zona Oeste do Rio de Janeiro.

O único dos feridos que já teve alta foi Cauan Emanuel. Os jogadores do elenco profissional do Flamengo o visitaram e também a Francisco Dyogo no hospital Vitória, na Barra da Tijuca.

Veja o boletim médico de Jhonata Ventura:

Rio de Janeiro, 13 de fevereiro de 2019

O paciente Jhonata Cruz Ventura permanece sem sedação, acordado e atendendo a comandos simples ao exame clínico. Está estável hemodinamicamente e segue em leito de terapia intensiva no Centro de Tratamento de Queimados (CTQ) da unidade, evoluindo para retirada do respirador. Na manhã de hoje foi submetido a nova broncoscopia, constatando-se melhora importante das lesões em vias áreas, e fez curativos específicos para auxiliar na cicatrização das lesões cutâneas.

Futebol