PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Prédio da Conmebol ficará às escuras em sinal de luto após incêndio no Fla

Adriano Wilkson

Do UOL, em São Paulo

08/02/2019 19h30

O prédio da Conmebol, em Luque, no Paraguai, ficará às escuras na noite desta sexta-feira (8) em sinal de luto pelas vítimas do incêndio no centro de treinamento do Flamengo. Ao todo, 10 pessoas morreram e três estão internadas - um deles em estado grave. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa da entidade ao UOL Esporte.

Leia também:

Incêndio no Flamengo: Veja quem são as vítimas da tragédia
Flamengo oferece sede da Gávea para velório e cerimonial de vítimas
Jovem que sobreviveu relata momentos de pânico durante tragédia em CT

O incêndio aconteceu nas primeiras horas desta sexta-feira. Os bombeiros foram acionados às 5h17 (de Brasília). O fogo atingiu a ala mais velha do CT, que servia de alojamento para as categorias de base do clube e recebia jogadores de 14 a 17 anos de idade. O local seria desativado e demolido nas próximas semanas. Autoridades do Rio de Janeiro trabalham com um problema no sistema de ar-condicionado do alojamento como principal hipótese para o ocorrido. 

Foram confirmadas 10 mortes, e os bombeiros conseguiram resgatar três garotos: Cauan Emanuel Gomes Nunes, de 14 anos, Francisco Dyogo Bento Alves, 15, e Jhonata Cruz Ventura, 15. As informações são de que Jhonata está em estado grave e será transferido para o Centro de Tratamento de Queimados do Hospital Municipal Pedro II. O jovem teve 30% do corpo queimado.

Futebol