PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Fla evita gringo e prioriza busca por zagueiro para fechar elenco

Leo Burlá e Pedro Ivo Almeida

Do UOL, no Rio de Janeiro

25/01/2019 04h00

Após brilhar no mercado da bola e trazer nomes de peso, o Flamengo ainda espera dar uma última cartada antes de fechar o elenco para esse início de temporada. Um zagueiro é pretendido, mas terá que se encaixar no perfil traçado pela diretoria. E não será qualquer um. Exemplo disso é que o Rubro-negro tinha tudo para fechar com o colombiano Felipe Aguilar, mas optou por evitar contratar mais um gringo e viu o atleta se acertar com o Santos.

O primeiro motivo é que o Flamengo não quer esperar pelo tempo de adaptação já que o reforço será utilizado o quanto antes assim que for contratado. Além disso, o Rubro-negro já conta com seis gringos no elenco - Trauco, Cuellar, Piris, Arrascaeta, Uribe e Berrío. Não um limite de atletas estrangeiros no elenco, mas apenas cinco podem ser relacionados para cada partida.

Apesar de Rodolpho ter iniciado o ano como titular ao lado de Rodrigo Caio e ter no banco um dos destaques do último Brasileiro (Léo Duarte), o Flamengo entende que o setor ainda carece de um reforço. Contratado para exercer essa função, o ex-São Paulo tem a seu favor o fato de que é visto como alguém que pode jogar à frente da zaga, alternativa que pode acontecer caso o Fla acerte com um novo defensor

A zaga, no entanto, não é a posição que tem gerado reclamações dos torcedores, mas a lateral. A diretoria tem como objetivo fechar com Rafinha para o meio da temporada e o plano é seguir com o que tem até lá.

Enquanto isso, o técnico Abel Braga se mantém fiel ao seu plano e rodízio é a palavra de ordem no clube. Contra o Resende, os jovens da casa Léo Duarte e Dantas foram a dupla escolhida, e devem voltar ao banco diante do Botafogo.

Rodolpho festeja volta por cima

Quando a última temporada terminou, o zagueiro Rhodolfo não poderia afirmar com todas as letras que emplacaria mais um ano na Gávea. Apesar do contrato em vigência (até dezembro de 2019), a instabilidade e os problemas físicos eram a marca de sua passagem pelo Flamengo até então. 

O ano virou e a sorte do zagueiro parece também ter mudado. Mesmo que o Fla tenha disputado apenas quatro jogos no ano, a comissão técnica de Abel demonstra muita satisfação com o rendimento do jogador, seja em treinos ou jogos. Nos quatro compromissos até aqui, participou de três e deixou sua marca ante o Bangu.

Leia mais:

Há no clube uma crença de que o defensor será titular se conseguir superar as contusões que atrapalharam a sua vida no Rubro-negro. Sem Réver, ele ganhou mais espaço e tem formado a dupla com Rodrigo Caio.

Bruno Henrique aguarda regularização

Apresentado na quinta-feira (24), o atacante Bruno Henrique diz estar pronto fisicamente para atuar pelo novo clube, mas ainda aguarda a regularização no sistema da CBF para estar apto para o clássico ante o Botafogo.

"Já estou bem fisicamente, vinha treinando no Santos. Fiquei um dia sem treinar só, mas fiz coisas à parte. E treinei com meus companheiros em dois períodos. Estou apto. Espero que seja sábado no clássico", disse.

Futebol