PUBLICIDADE
Topo

Futebol


Vasco paga impostos, parcela dívida e fica perto de CND

Presidente do Vasco diz que clube está próximo de tirar certidão negativa de débito - Rafael Ribeiro / Flickr do Vasco
Presidente do Vasco diz que clube está próximo de tirar certidão negativa de débito Imagem: Rafael Ribeiro / Flickr do Vasco

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

18/01/2019 13h04

O Vasco deu um passo importante para regularizar sua situação fiscal. O clube fez um acordo com a Receita Federal para o parcelamento de uma dívida de cerca de R$ 30 milhões, pagou impostos e encaminhou a obtenção da CND (certidões negativas de débito). Com isto, o clube poderá receber uma verba que está retida ainda referente ao antigo patrocínio com a Caixa Econômica Federal e ficará liberado para angariar parceiros estatais.

De acordo com presidente do clube, Alexandre Campello, uma reunião ainda nesta sexta-feira (18) com a Receita Federal deverá selar o encaminhamento.

"Ainda existe uma verba da Caixa retida em função das CND's. Porém, como eu havia dito, em janeiro iríamos regular esta situação. Anteontem conseguimos as parcelas e pagamos uma série de impostos. Ainda nesta sexta teremos uma reunião com a Receita para conseguir as CND's. Sob posse delas, iremos reivindicar a liberação da verba que está retida", declarou Campello.

No acordo, o Vasco pagou cerca de 10% da dívida total e deu como garantia a própria verba retida da Caixa Econômica Federal, que é de cerca de R$ 5 milhões. Ou seja, tal valor sequer irá bater nos cofres cruzmaltinos.

Além de ficar "em dia" com a Receita Federal e poder angariar patrocínios estatais, o clube estará permitido a receber Leis de Incentivos Fiscais para esportes amadores.

Futebol