PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Koulibaly continua suspenso em jogo decisivo após Tribunal negar recurso

Marco Bertorello / AFP
Imagem: Marco Bertorello / AFP

Do UOL, em São Paulo

18/01/2019 19h09

Depois de ser expulso no jogo contra a Inter e levar dois jogos de suspensão pelo Campeonato Italiano, Kalidou Koulibaly, zagueiro do Napoli, continuará fora do time por mais um jogo, já que cumpriu a primeira suspensão no jogo contra o Bologna.

 A Corte Esportiva de Apelações da Itália rejeitou nesta sexta-feira (18), o recurso do jogador, que pedia redução da pena de dois jogos. Após ser alvo de insultos racistas dentro de campo por parte da torcida da Inter, o jogador aplaudiu o juiz por não ter impedido as ofensas racistas e deixado o jogo seguir normalmente, resultando em sua expulsão.

O advogado do Napoli, Mattia Grassani, falou sobre a negação: "Há uma decepção absoluta e um sentimento de profunda injustiça. Acreditamos firmemente, após uma hora de julgamento, que havíamos convencido o Tribunal de Recursos. Não foi o que aconteceu e hoje somos todos mais pobres, mas ao mesmo tempo todos nos sentimos um pouco mais Koulibaly".

Após o acontecimento, o site oficial do Napoli saiu em defesa de seu jogador: "A rejeição do nosso apelo é uma séria derrota para o futebol, mas também para o que é o aspecto mais amplo que esta história tem levantado: a luta contra a discriminação, de todos os tipos, que continuam presentes no futebol. A derrota é também para aqueles que, erroneamente, argumentam que não há racismo nos estádios".

"A natureza extraordinária dos eventos, vem com a sentença de rejeição. Como se algum procedimento de regulamentação não poderia fazer a única coisa que tinha que ser feito: dar a volta à Kalidou Koulibaly a dignidade que merece um homem do Senegal, ou seja, para o que aconteceu, todo o mal e todo o bem do que está acontecendo na Itália".

"Koulibaly, futebol, instituições, todos saem humilhados por este caso. A remoção da desqualificação em Koulibaly tinha que ser feita independentemente dos regulamentos, da burocracia. Desta forma, o futebol morre. Porque o futebol é acima de tudo paixão, uma paixão que une bilhões de pessoas no mundo, e que não pode ser ridicularizada dessa maneira. Esta noite uma grande oportunidade foi perdida. Infelizmente, confirmamos que há muito a fazer e muito a mudar", completa Nicola Lombardo, Chefe de Comunicações do time do Napoli.

O zagueiro ficará fora do confronto importante contra o Lazio, no próximo domingo (20), pelo Campeonato Italiano. O Napoli, que está em boa fase e ocupa o quarto lugar na competição, precisa da vitória para sonhar com o título. 

Futebol