PUBLICIDADE
Topo

Futebol

São Paulo depende de gringos para ter Volpi e Hernanes em estreia

Profeta e Volpi disputaram as duas partidas do Tricolor na Florida Cup  - Rubens Chiri/saopaulofc.net
Profeta e Volpi disputaram as duas partidas do Tricolor na Florida Cup Imagem: Rubens Chiri/saopaulofc.net

Bruno Grossi

Do UOL, em São Paulo

16/01/2019 15h04

O São Paulo ainda não sabe se poderá contar com o goleiro Tiago Volpi e o meia Hernanes na estreia do Campeonato Paulista, marcada para as 19h30 de sábado, contra o Mirassol, no Pacaembu. As transferências da dupla, que estava atuando no exterior, ainda não foram registradas na Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e é isso que pode torná-los desfalques para o técnico André Jardine.

Segundo o regulamento do Paulistão, qualquer jogador só poderia ser relacionado para a primeira rodada se estivesse registrado na Federação Paulista de Futebol (FPF) até o dia 11 de janeiro. Essa burocracia não é a mesma que o Tricolor ainda espera na CBF. Com a entidade estadual, o protocolo necessário já foi cumprido para Volpi e o Profeta.

VEJA MAIS:
- São Paulo vai manter fatia dos direitos em caso de venda de Perri
- Dupla decide mais uma e leva o Tricolor às quartas da Copinha
- Clube manterá "precificação dinâmica" para ingressos

Ou seja, eles precisam apenas ser registrados no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF até as 17h desta quinta-feira. Para isso acontecer, é necessário que os "transfers" - documentos que sacramentam as transações na Fifa - cheguem nas mãos do São Paulo o mais rápido possível.

Há mais otimismo no caso de Volpi, já que o México está "atrasado" no fuso horário em relação ao Brasil, o que dá mais tempo para o Querétaro enviar toda a documentação. Já a situação de Hernanes é mais complicada, pois os chineses estão quase meio dia adiantados no fuso. Logo, menos tempo para o Hebei China Fortune formalizar a transação.

Tanto Volpi como Hernanes foram contratados no fim de 2018, mas a janela de transferências do exterior para o futebol brasileiro só abriu oficialmente no último dia 10 de janeiro, tornando o prazo mais curto. Por isso foi necessário antecipar o procedimento com a FPF.

Os reforços contratados dentro do futebol brasileiro - Igor Vinícius, Léo, Willian Farias e Pablo - já tiveram os nomes publicados no BID e estão aptos para estrear no Paulistão. Por outro lado, o atacante Biro Biro enfrenta outro tipo de problema. Ele conseguiu uma rescisão unilateral com o Shanghai Shenxin e ainda depende da resolução do caso na Fifa para ser registrado pelo São Paulo.

Futebol