PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Atlético-MG ainda tenta investidor, mas esfria conversa por Óscar Romero

Óscar Romero defende as cores do Shanghai Shenhua, da China, e quer atuar no Brasil - Divulgação/Alavés
Óscar Romero defende as cores do Shanghai Shenhua, da China, e quer atuar no Brasil Imagem: Divulgação/Alavés

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

16/01/2019 04h00

O Atlético-MG recuou em relação a Óscar Romero. Ainda sem acordo com os investidores procurados, o clube não desistiu de contar com o paraguaio. No entanto, não mantém contato com o agente do jogador há uma semana.

Os mineiros procuraram Rubens Menin, conselheiro do clube e proprietário da MRV Engenharia e do Banco Inter, e a TFM Agency (antiga Traffic) com o intuito de financiar a transferência. Todavia, ainda não obtiveram acordo com os grupos que já ajudaram em outras contratações e esfriaram o negócio envolvendo o atleta que defende o Shanghai Shenhua, da China.

A diretoria atleticana não mantém contato com o estafe de Óscar Romero, liderado pelo brasileiro Régis Marques, há aproximadamente uma semana. O empresário já passou as condições para a equipe contar com o atleta e aguarda uma nova conversa para tentar o acordo no futebol chinês.

A contratação do atacante de 26 anos está avaliada em cerca de US$ 20 milhões (74,3 milhões). O valor engloba taxa de compra, salários, luvas e comissão de agentes em um acordo de até cinco temporadas. Sem dinheiro em caixa para financiar o valor da transação, os mineiros tentam um investidor para pagar o montante aos chineses que detêm os direitos do jogador.

Óscar é irmão gêmeo de Ángel Romero, atualmente no Corinthians. O paraguaio tem interesse em se mudar para o Brasil a partir de 2019 para ficar mais perto dos familiares. Ele tem o nome aprovado por Levir Culpi.

Futebol