PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Zeca valoriza pré-temporada e se diz "mais leve" para evoluir no Inter

Zeca vive expectativa de evolução no Inter com a realização da pré-temporada - Ricardo Duarte/Inter
Zeca vive expectativa de evolução no Inter com a realização da pré-temporada Imagem: Ricardo Duarte/Inter

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

14/01/2019 12h42

O lateral Zeca valoriza a pré-temporada para deslanchar no Inter. Depois de chegar no meio do ano passado, ainda abalado pela turbulência que o fez sair do Santos, o jogador espera aproveitar física e psicologicamente o período de treinamentos do começo do ano. 

"Sempre fui um cara que cheguei antes e saí depois dos treinos. Às vezes as coisas não encaixam. Eu não tive a pré-temporada, e agora me sinto mais leve. Ano passado, eu vinha de uma situação conturbada, cinco meses sem jogar futebol, sem saber se daria certo ou errado, então fiquei feliz por ter vindo para cá e agora é ano de renovação, é ano de brigar por grandes coisas com a cabeça tranquila", disse. 

Zeca saiu do Santos em litígio. Ficou um longo período afastado do grupo. Agora, nas férias, aproveitou também para tirar as preocupações da cabeça e se livrar de preocupações para conseguir render seu melhor futebol. 

"Ano passado foi conturbado comigo, teve processo, cheguei com outra cabeça. Treinei nas férias, agora aproveitei para dar uma relaxada na cabeça", contou. "O mais importante é se recuperar psicologicamente. Curtir a família, aproveitar as férias, voltar com a cabeça vazia. Temos várias competições e quero ter a cabeça boa, feliz, alegre para jogar um bom futebol", completou. 

Sem Fabiano, o titular no ano passado, agora o concorrente por vaga é Bruno. Mas titular ou reserva, na direita ou na esquerda, Zeca quer mesmo é aproveitar a preparação melhor para 2019. 

"Costumo dizer, e as pessoas colocam como titulares e reservas, aqui não tem isso. Quem vier é para nos ajudar. Nosso pensamento é ser campeão, fazer história, todos vão ajudar. Não só o Bruno como eu, todos que chegaram. Treinamos assim, todos treinam igual, todos no contexto para quando surgir a chance, aproveitar. É o grupo que fala mais alto", finalizou. 

Futebol