PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Reforços podem pôr fim à seca de mais de 1 ano de gols de falta do Vasco

Bruno César acertou com o Vasco e é especialista em bolas paradas - PATRICIA DE MELO MOREIRA/AFP
Bruno César acertou com o Vasco e é especialista em bolas paradas Imagem: PATRICIA DE MELO MOREIRA/AFP

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

31/12/2018 04h00

Um ano e um mês. Este é exatamente o tempo que o Vasco está sem fazer um gol de falta. O último aconteceu dia 8 de dezembro de 2017, com Nenê. A seca neste fundamento, porém, poderá chegar ao fim com os reforços que o clube trouxe para a próxima temporada, alguns deles especialistas neste quesito.

Das cinco contratações, três têm o costume de cobrar as bolas paradas em direção ao gol: Bruno César, Cláudio Winck e Danilo Barcelos.

Bruno César, por exemplo, tem se notabilizado por gols deste tipo na carreira. Danilo costuma também arriscar direto e, vez por outra, também tenta o gol olímpico, quando chuta para o gol diretamente do escanteio. Winck, além do arremate direto, também é produtivo nos cruzamentos pelos lados do campo.

Em 2018, os principais batedores foram Andrey, Yago Pikachu e Thiago Galhardo. Nenhum dos três, porém, conseguiu balançar as redes, somente através de cobranças de pênaltis.

Além de Bruno César, Cláudio Winck e Danilo Barcelos, o Vasco contratou também o atacante Ribamar e o lateral-direito paraguaio Raúl Cáceres.

Futebol