PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Goleiros do Palmeiras já miram concorrência em 2019 e não "baixam guarda"

Weverton aproveitou passagem pelo Acre para manter a forma no Atlético-AC - Atlético-AC/Divulgação
Weverton aproveitou passagem pelo Acre para manter a forma no Atlético-AC Imagem: Atlético-AC/Divulgação

Leandro Miranda

Do UOL, em São Paulo

24/12/2018 04h00

O elenco do Palmeiras está de férias, mas isso não quer dizer que todos os jogadores estejam apenas aproveitando o período para descansar. Com uma concorrência acirrada em praticamente todas as posições, uma delas em especial vem chamando atenção: a de goleiro. Os três nomes alviverdes para a função não relaxam dos cuidados com a forma nem mesmo no final de ano, de olho na disputa pelo posto de titular em 2019.

Weverton, que terminou o ano como titular, aproveitou sua passagem pela cidade natal Rio Branco para treinar no Atlético-AC, clube local que disputa a Série C. Já Jailson e Fernando Prass, os concorrentes pela posição, tomaram medidas extras para cuidar da forma física durante toda a temporada por causa da idade avançada e de problemas médicos recentes. Com 37 e 40 anos, respectivamente, eles estão de contrato renovado para 2019.

A expectativa de Jailson e Prass é que Felipão dê a eles mais oportunidades no ano que vem, possivelmente estendendo o sistema de rodízio aplicado aos jogadores de linha também para a função de goleiro. A princípio, Scolari prefere manter um titular fixo, que hoje seria Weverton. Mas especialmente no Campeonato Paulista, os dois veteranos, muito queridos pela torcida, podem ganhar chances.

Em 2018, quem começou o ano como titular foi supreendentemente Jailson, escolhido por Roger Machado durante a pré-temporada. O goleiro começou muito bem e foi destaque do Paulistão, mas viu o desempenho cair perto do meio do ano e acabou perdendo a posição para Weverton. Contratado do Atlético-PR com a expectativa de ser titular, o goleiro campeão olímpico com o Brasil em 2016 não perdeu mais o posto. Já Prass foi sempre a segunda opção ao longo da temporada.

Com a mentalidade de elenco forte e concorrência sadia interna, os três goleiros sabem que não poderão "baixar a guarda" quando o time se reapresentar para 2019. Felipão estará de olho nos primeiros treinos para avaliar o desempenho de todos, embora Weverton naturalmente largue na frente para começar o ano que vem como titular.

Futebol