PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Grêmio busca novo executivo e conversa com gerente da CBF

Luiz Vagner Vivian (de óculos) está na CBF, mas foi entrevistado pelo Grêmio - Divulgação/CBF
Luiz Vagner Vivian (de óculos) está na CBF, mas foi entrevistado pelo Grêmio Imagem: Divulgação/CBF

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

20/12/2018 17h01

O Grêmio abriu processo de seleção para o cargo de executivo de futebol. Com a saída de André Zanotta sacramentada, o clube gaúcho começou a entrevistar candidatos à vaga e o primeiro nome avaliado foi de um velho conhecido: Luis Vagner Vivian, atualmente na CBF. Outros dois profissionais também estão na lista e serão sabatinados em breve.

Zanotta está em vias de assinar com o Dallas FC, dos Estados Unidos. O clube joga a MLS (Major League Soccer) e é o mesmo que contratou Bressan.

Nesta quinta-feira (20), o gerente executivo de futebol deu entrevista de despedida no CT Presidente Luiz Carvalho. Ele deixa Porto Alegre ao final da tarde, mas cumpre contrato até o final do ano. De longe, continuará tocando conversa com agentes e jogadores para 2019.

"No dia seguinte ao último jogo (do Brasileirão), conversei com o presidente e o Amodeo. Eu tinha alguns desgaste pessoais, dois filhos pequenos e meu menor tem três anos. Ou seja, não vi ele crescer ainda. Estava precisando dar atenção à família. E pouco depois disso, surgiu o interesse e a possibilidade dos Estados Unidos. Não está confirmado, mas existe (a chance). Segui o combinado e devo confirmar a ida até semana que vem", contou André Zanotta.

Seleção já começou

Um dia antes da despedida oficial, o Grêmio já tratou de sabatinar o primeiro candidato. Luis Vagner Vivian esteve em Porto Alegre e conversou com os dirigentes. Formado no próprio clube, ele atualmente é funcionário da CBF e atua em função ligada à logística.

"Vamos usar o mesmo modelo quando da contratação do André. Os candidatos são encaminhados, se analisa currículo e depois a gente entrevista. Entrevistamos o Luiz Vagner ontem e vamos ouvir mais dois", contou Deco Nascimento, diretor de futebol do Grêmio.

Até a definição de um novo profissional no departamento de futebol, Carlos Amodeo, CEO do Grêmio, acumula a função e atua nas negociações por reforços e eventuais saídas. André Zanotta auxiliará à distância em temas específicos.

"Desde o começo falei que não ia deixar ninguém na mão. Tenho mais contato com clubes, agentes e já fui passando isso ao Amodeo. Até o final do ano vou ficar ajudando, especialmente em questões que estou à frente. Também por conta da definição de quem fica no lugar", citou o profissional.

Futebol