PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Inter vê cenário difícil e pode ter "solução caseira" até Guerrero estrear

Jonatan Alvez ainda carrega esperança do Inter em melhorar de rendimento no clube - Ricardo Duarte/SC Internacional
Jonatan Alvez ainda carrega esperança do Inter em melhorar de rendimento no clube Imagem: Ricardo Duarte/SC Internacional

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

17/12/2018 04h00

A ideia do Inter era repor a saída de Leandro Damião. No entanto, o mercado de centroavantes não pareceu interessante como esperado. Com cenários difíceis, seja pela qualidade do oferecido ou a condição financeira, o clube não descarta ter Alvez como titular até poder contar com Paolo Guerrero. 

Atualmente o Colorado tem um alvo: Luiz Adriano. No entanto, o jogador demandará uma negociação longa e sem prazo de conclusão. De férias em Porto Alegre, ele precisa da liberação do Spartak Moscou por empréstimo e ainda contar com o clube russo pagando metade de seu salário. 

Para isso, se propõe a ampliar o vínculo por lá e pedir pessoalmente a saída. 

Mas o Internacional, nos bastidores, não demonstra tanto otimismo no acerto. Ainda que tenha esperança de contar com o atacante de 30 anos, o comando sabe que se trata de um caso complicado. Luiz Adriano, no domingo, chegou a dizer que a chance, hoje, é zero. 

E os demais nomes analisados não demandaram tanto interesse. Seja por questões técnicas ou financeiras, o mercado de centroavantes é considerado restrito e supervalorizado. O cenário complica a medida que o clube não goza de boa situação financeira. 

Desta forma, não está descartada uma "solução caseira". Apostar em Jonatan Alvez, cujo vínculo vai até o meio do ano, ou utilizar Nico López e William Pottker centralizados são algumas das opções avaliadas pelo comando do clube. O Colorado crê que "El Loco" possa evoluir a partir da adaptação ao futebol brasileiro e ao clube. Depois de não mostrar o melhor rendimento nos primeiros meses no Brasil, a ideia é que ele consiga evoluir já desde janeiro. Nico e Pottker são considerados alternativas caso isso não ocorra. 

A partir de abril o Colorado contará com Paolo Guerrero. O peruano de 34 anos foi a principal contratação de 2018 e carrega expectativa alta. Ele estará em Porto Alegre a partir de fevereiro já apto a treinar no clube, para no quarto mês de 2019 poder jogar. 

Ainda com Pedro Lucas, que subirá das categorias de base, no elenco, a ideia é 'testar' no princípio das competições caso não surja um negócio interessante para agregar outro jogador ao grupo. 
 

Esporte