PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Ex-artilheiro do Brasil, Matheus Matias aposta em Lisca para se reerguer

Matheus Matias celebra gol em amistoso contra o Gremio, seu único no Corinthians - Rodrigo Coca/Ag. Corinthians
Matheus Matias celebra gol em amistoso contra o Gremio, seu único no Corinthians Imagem: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians

Arthur Sandes e Marcello De Vico

Do UOL, em São Paulo

13/12/2018 12h00

Matheus Matias desembarcou no Corinthians cercado de expectativa em fevereiro, com enorme prestígio por ser, na ocasião, o artilheiro do futebol brasileiro. Muita coisa mudou nove meses depois, e o atacante ficou longe de repetir o que vinha fazendo pelo ABC e mal entrou em campo. Agora, sai via empréstimo ao Ceará para tentar se reerguer sob o comando do técnico Lisca.

A escolha pelo Ceará tem muito a ver com o treinador, que é visto pelo estafe do jogador como um especialista em desenvolver atletas jovens. Não que Lisca lance garotos com frequência, mas parece acertar a mão nas vezes que tenta. Um caso famoso foi o atacante Arthur Cabral, por exemplo, que deslanchou com o técnico para ser fundamental na permanência do time na Série A. O mesmo ocorreu com o lateral Felipe Jonatan, que ganhou confiança e terminou a temporada como titular. 

Matheus Matias tem 20 anos, mesma idade da dupla citada. A expectativa é que ele passe um ano com Lisca e volte do Ceará acostumado a jogar no mais alto nível. Se no Corinthians ele somou apenas sete minutos em campo, a tendência é que seja mais utilizado durante o empréstimo e assim acelere o desenvolvimento.

O Ceará foi uma escolha tanto do Corinthians quanto dos empresários do jogador, que concordaram quanto à estrutura do clube e ao ambiente propício para a evolução de Matheus Matias. A confiança na jovem promessa é grande, tanto que o contrato de empréstimo permite que ele volte a qualquer momento caso o Corinthians assim escolha.

A contratação do atacante criou muita esperança no Corinthians, pois se tratava do artilheiro do futebol brasileiro na ocasião: havia feito dez gols em nove jogos pelo ABC, entre Campeonato Potiguar e Copa do Nordeste. No novo clube, no entanto, os obstáculos logo apareceram para Matheus Matias.

Ainda que a concorrência de Roger e Jonathas não fosse tão dura assim, nos nove meses de Corinthians o jogador só entrou nos minutos finais de dois jogos do Brasileirão. No dia-a-dia, houve trabalho físico específico, direcionado principalmente ao ganho de massa muscular, mas mesmo tecnicamente o jogador não convenceu nenhum dos três técnicos que estiveram no clube em 2018. Agora, vai ao Ceará tentando convencer Lisca.

Futebol