PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Com destino incerto, Ortigoza vê chances em times de Brasil e Paraguai

Em 2018, paraguaio passou por Náutico e Paraná (foto); seguir no Brasil é possibilidade - Thiago Ribeiro/AGIF
Em 2018, paraguaio passou por Náutico e Paraná (foto); seguir no Brasil é possibilidade Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

Do UOL, em São Paulo

13/12/2018 19h13

O atacante José Ortigoza ainda não sabe onde atuará em 2019. Com passagens por Palmeiras (2009), Cruzeiro (2011) e Náutico (2018), o paraguaio está sem clube desde que teve seu contrato rescindido pelo Paraná Clube no fim de outubro.

No entanto, o próprio Ortigoza acredita que poderá permanecer no Brasil na próxima temporada. Em entrevista à rádio paraguaia 730 AM, o experiente jogador afirmou ter “algo” do Brasil.

“Por enquanto, não há nada concreto. Mas estou aberto a negociar”, disse Ortigoza. “A ideia é ficar no Paraguai. Há algo do Brasil também que está perto, e ao qual já estou acostumado”, completou.

O atacante não mencionou quais seriam os clubes brasileiros com os quais teria conversado. No Paraguai, porém, duas equipes tomaram a frente: Guaraní e Sol de América.

“Há sondagens, mas até agora nada concreto. Por enquanto, estou só de férias. O pessoal do Guaraní se manifestou, e também falei com Miguel Figueiredo (presidente do Sol de América)”, afirmou. “Meus representantes me falaram da Tailândia, mas até agora não há nada seguro. Passa pela decisão da família.”

Aos 31 anos e com passagens por clubes de México, Coreia do Sul, Japão e China, Ortigoza deixou claro que sua preferência é atuar novamente no Paraguai. No país, ele defendeu o Sol de América e o Cerro Porteño.

“Este ano, não fiquei parado por causa de lesões. A vontade é de voltar ao futebol paraguaio”, assegurou.

Futebol