Topo

Futebol


Acusado de agressão sexual, Gascoigne depõe e se declara inocente

Paul Gascoigne (à dir.) participou da melhor performance da Inglaterra em Copas do Mundo, justamente em 1990 - David Cannon/Getty Images
Paul Gascoigne (à dir.) participou da melhor performance da Inglaterra em Copas do Mundo, justamente em 1990 Imagem: David Cannon/Getty Images

Do UOL, em São Paulo (SP)

11/12/2018 15h50

O ex-meio-campista da seleção inglesa Paul Gascoigne compareceu ao tribunal, na tarde desta terça-feira (11), e se declarou inocente diante da acusação de agressão sexual a bordo de um trem.

Gazza, como ficou conhecido, foi detido em agosto em uma estação de trem em Durham, no norte da Inglaterra. Posteriormente foi solto, já que a polícia ainda investigava as evidências do incidente.

O ex-jogador passou por diversas clínicas de reabilitação lutando contra o vício por drogas e álcool. Durante sua passagem pela seleção nacional, atuou 57 vezes e marcou 10 gols.

Atualmente com 51 anos, Gascoigne foi um dos destaques da seleção inglesa na Copa do Mundo de 1990 e ficou marcado ao chorar após receber um cartão amarelo contra a Alemanha na semifinal da Copa do Mundo de 1990, na Itália, o que deixou ele suspenso para uma eventual final. Porém, a Inglaterra foi eliminada pela Alemanha por 4 a 3 na disputa de pênaltis, após empate por 1 a 1 no tempo normal.

Futebol